Árbitro de vídeo entra em campo pela primeira vez e garante vitória da França

192

França e Austrália fizeram um jogo histórico, mas não pela fraca atuação dos campeões de 1998. A tecnologia foi a responsável por garantir a vitória da França por 2 a 1. O primeiro gol dos “Bleus”, como os franceses também chamam a seleção, foi marcado pelo árbitro após a usar o VAR, o árbitro de vídeo.

Foi a primeira vez na história que o recurso foi usado em uma Copa do Mundo. O segundo gol foi também confirmado graças à tecnologia da linha de gol.

A Austrália não se intimidou com a presença em campo de jogadores como Griezmann, Mbappé e Pogba, foi para frente e teve várias chances de gol, mas esbarrou em sua própria deficiência técnica. Já os franceses ficaram devendo, foram “salvos” pelo VAR em um pênalti, ainda assim, polêmico.

O jogo

Com pouco mais de um minuto, o atacante Mbappé recebeu um passe preciso na frente da área australiana. O camisa 10 da França bateu com perigo, para defesa de Ryan, que espalmou a bola para escanteio.

Aos 5 minutos, foi a vez de Griezmann. Em contra-ataque rápido pela esquerda, o camisa 7 foi acionado e, da entrada da área, chutou para defesa de Ryan mais uma vez.

Mas a primeira grande chance de gol foi australiana. Em cobrança de falta pela esquerda do ataque, Mooy jogou na área e, na tentativa de afastar o perigo, o francês Tolisso quase faz contra. A bola só não entrou porque o goleiro Lloris se esticou todo e deu um tapinha para escanteio.

Aos 30 minutos, o atacante Griezmann recebeu dentro da grande área, mas quando ia finalizar, foi desarmado pelo zagueiro australiano. Foi um primeiro tempo no qual a Austrália se defendeu muito bem, fechando os espaços da França, que não conseguiu exercer a pressão que gostaria.

Segundo tempo

Aos 8 minutos, muita reclamação da torcida francesa e, o VAR entrou em ação pela primeira vez na história das Copas. Pogba deu um passe para Griezmann, que entrou a área e caiu após toque do zagueiro da Austrália. O árbitro não marcou a falta, mas decidiu acionar o árbitro de vídeo, que confirmou o pênalti. Griezmann foi para a cobrança, chutou firme no canto esquerdo de Ryan, e marcou o primeiro gol francês 12 minutos.

Mas o alívio francês durou pouco. Aos 15 minutos, mais um pênalti marcado, dessa vez para a Austrália. Após cruzamento pelo alto na área francesa, Umtiti deu um soco na bola e o juiz nem precisou de ajuda do vídeo. Jedinak cobrou o pênalti e empatou o jogo. O gol animou a Austrália, que equilibrou mais a partida, passando a atacar mais e sentir que o empate – e talvez até mesmo uma vitória – era possível.

E foi justamente quando a Austrália melhorava no jogo que a França fez o segundo gol. Após uma boa tabela no ataque, Pogba chutou para o gol, dividindo com o zagueiro. A bola encobriu Ryan, tocou o travessão e caiu apenas 1 centímetro atrás da linha. Os franceses só puderam comemorar após o árbitro confirmar o lance. A tecnologia da linha de gol entrou em ação, avisando no relógio do juiz que a bola havia entrado.

Ao fim da partida, alívio da seleção francesa que, com um time favorito a se classificar em primeiro no grupo C, fez uma partida morna, com poucos momentos de brilho coletivo. Na próxima quinta-feira (21), a França enfrenta o Peru e a Austrália joga contra a Dinamarca.

COMPARTILHAR