Bahia volta a perder em casa

82

O time perdeu a 6ª partida em 7 jogos ao ser derrotado pelo Vila Nova na noite de terça-feira (5), na Fonte Nova, por 1 a 0, pode deixar a atual 9ª colocação e cair para a o 12° lugar ao fim da rodada.

É o terceiro tropeço do Bahia dentro da Fonte Nova nesta Série B. Antes, o time tricolor já havia empatado sem gols com o Náutico e perdido por 2 a 1 do Londrina, resultado que provocou a demissão do técnico Doriva. É ainda a sexta derrota nos últimos sete jogos.

Agora, até o próximo jogo, o Esquadrão terá 10 dias de preparação antes de enfrentar o Sampaio Corrêa, em São Luís, na sexta-feira (15), às 21h30.

Bola rolando

Quando chegou ao ataque, aos 8 minutos, o Tricolor de Aço reclamou de um lance polêmico na grande área. Ao disputar a bola com o atacante Hernane, dentro da área, o zagueiro desviou com o braço esquerdo e o árbitro mandou seguir.

Aos 20, em cobrança de escanteio, o zagueiro Jackson cabeceou e mandou por cima da meta. O Esquadrão continuou a luta para encontrar o primeiro, e quase conseguiu aos 25 minutos.

Renato Cajá finalizou e foi travado, dentro da grande área. Na sobra, a bola ficou para Juninho, que soltou uma bomba e tirou tinta do poste esquerdo.

Segundo tempo

Guto Ferreira 04O Esquadrão, aos 10 minutos, vacilou na defesa e deu espaço para o atacante Fabinho, de cabeça, abrir o placar na Fonte Nova. Dois minutos depois, após tabela com Hernane, o atacante Edigar Junio entrou na área e finalizou pela linha de fundo.

Aos 25, Luisinho entra pela direita e serve Renato Cajá, que bate de primeira e para nas mãos do goleiro do Vila Nova. O atacante Edigar Junio, aos 41 minutos, aproveitou a confusão na área e finalizou de esquerda, mandando para fora.

O Tricolor insistiu, buscou o empate, mas não conseguiu evitar o resultado negativo dentro de casa.

Vaias até para Hernane e gritos de ‘queremos jogador’

As vaias, que já haviam começado no fim do primeiro tempo, aumentaram após o gol do Vila. Sobrou até para o artilheiro Hernane, que deixou o campo aos 25min do segundo tempo (por conta de uma lesão) e foi vaiado por parte da torcida. Já no fim do jogo, vieram os gritos de “queremos jogador”.

Perdeu a cabeça…

Já nos acréscimos da partida, o lateral Hayner perdeu a cabeça, deu uma cotovelada em Marcelo Cordeiro na frente do banco de reservas do Vila Nova e acabou expulso.

COMPARTILHAR