Brasileiro: Bahia é derrotado no Morumbi

243

Diego Souza complicou o São Paulo ao ser expulso logo no início da partida com o Fluminense, fez falta contra o Atlético-MG, mas voltou ao time neste sábado disposto a provar o comprometimento. Foi dele o gol da vitória por 1 a 0 sobre do Bahia, diante de 43.555 pessoas, no Morumbi. A comemoração exaltada do camisa 9 após estufar as redes tem explicação. Com mais três pontos, a equipe paulista dorme na liderança do Campeonato Brasileiro e coloca pressão no Internacional, que terá nada menos do que o clássico com o Grêmio nesse domingo, no Beira-Rio.

Agora, o São Paulo soma 49 pontos, três a mais que o Colorado, com o saldo de gols empatado em 17 para cada lado. Outro clássico importante do fim de semana, para os são-paulinos ficarem de olho, acontecerá no Allianz Parque, palco de Palmeiras x Corinthians. O Verdão começa a 24ª rodada com 43 pontos e pode entrar de vez na briga pelo título. O Bahia, por sua vez, fica na 11ª posição, também de forma provisória, com 28 pontos.

Sem Everton e Reinaldo, Diego Aguirre apostou em Everton Felipe entre os titulares, mas inverteu Rojas de lado no primeiro tempo. O técnico uruguaio talvez só não esperasse uma postura audaciosa dos visitantes. O Bahia se colocou no campo de ataque e dificultou as ações do São Paulo.

Diferente do que o time se está acostumado a ver, o Tricolor do Morumbi apostou nas investidas de Régis pela direita e pouco acionou o lado oposto, principalmente pela dificuldade de Everton Felipe em segurar a posse da bola.

O resultado foi uma etapa inicial sem grandes emoções, a exceção de um gol bem anulado de Gilberto e de um quase golaço de Diego Souza, em gripo e chute sensacionais dentro da área.

Na etapa final, os donos da casa até voltaram melhor, pressionando e correndo pouco risco atrás. Mesmo assim, Diego Aguirre não esperou muito para mexer. Mandou a campo Tréllez e Liziero nas vagas de Everton Felipe, muito mal, e Régis.

No primeiro lance após as trocas, Edimar passou para Nenê na ponta esquerda. O meia levantou na área e Diego Souza, totalmente livre, chegou chutando, de primeira, para explodir o Morumbi. Na comemoração, o camisa 9 correu, quase rasgou a camisa, apontando para o brasão e olhando para as arquibancadas. Diego Souza parecia sentir que estava em dívida.

Só então que o time de Salvador resolveu se lançar ao ataque. Mas, era tarde demais. O nervosismo dos visitantes foi notório, as alterações de Enderson Moreira não surtiram efeito e, ao não ser um lance ou outro de tensão por causa da insegurança de Sidão, o Bahia em nenhum momento conseguiu criar uma chance real para empatar.

O triunfo mantém o São Paulo como melhor mandante do Campeonato Brasileiro, agora com nove vitórias e dois empates e acaba com a sequências de duas partidas seguidas sem sair de campo com os três pontos. Por outro lado, o Bahia, que havia voltado a vencer na última rodada depois de quatro jogos de sofrimento, volta a amargar um revés.

No fim de semana, o São Paulo terá o Santos pela frente, domingo, na Vila Belmiro. No mesmo dia o Bahia enfrentará o Palmeiras na Fonte Nova. Ambos os jogos estão marcados para às 16h (de Brasília).

Ficha Técnica                         

São Paulo 1 X 0 Bahia

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 8 de setembro de 2018, sábado

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

Cartões amarelos: Régis (SP)

Público: 43.555 torcedores

Renda: R$ 1.696.417,50 (bruta) / R$ 1.282.305,00 (líquida)

Gol: Diego Souza, aos 14 minutos do 2T

São Paulo: Sidão; Régis (Liziero), Bruno Alves, Anderson Martins e Edimar; Jucilei, Hudson e Nenê; Joao Rojas, Diego Souza e Everton Felipe (Tréllez)

Técnico: Diego Aguirre

Bahia: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Everson, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton (Elber), Flávio e Vinícius (Edigar Junio), Zé Rafael e Gilberto (Clayton)

Técnico: Enderson Moreira

COMPARTILHAR