Brasileiro: Vitória apenas empata com o lanterna

384
Foto: Geraldo Bubniak / BemParaná

O Rubro-Negro deixa temporariamente a zona de rebaixamento. Se a Chapecoense vencer o Bahia e o Sport agora à noite, Vitória volta a ficar entre os 4 piores

Paraná e Vitória duelaram neste domingo, no Durival de Britto, e empataram por 1 a 1, resultado que complica ainda mais as duas equipes na luta contra o rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Após um primeiro tempo morno, o jogo esquentou na etapa final e Alex Santana, destaque da partida, marcou para o Tricolor, mas Léo Ceará definiu a igualdade.

O placar ampliou um jejum. O Paraná agora está há 18 partidas seguidas sem vencer – recorde na história do Brasileiro, iniciado em 1971.

O início de jogo deu a impressão de que a partida se desenharia como mostra a posição das duas equipes na tabela de classificação: fraco tecnicamente, mas com muita emoção pela fragilidade defensiva dos dois times. Antes do primeiro minuto, Alex Santana bateu firme e acertou o travessão.

O meia paranista ainda teve nova oportunidade na etapa inicial, mas o zagueiro Aderllan se jogou na bola e salvou o Vitória. Apesar do início promissor, isso foi tudo o que aconteceu no primeiro tempo no Durival de Britto.

Enquanto o Tricolor foi perigoso nas poucas oportunidades que teve, mesmo com mais posse de bola, o Vitória não conseguiu criar chances efetivas de gols e pouco ameaçou o gol de Richard. Depois do intervalo, porém, o duelo esquentou.

O Vitória teve oportunidades claríssimas de abrir o placar com Aderllan, Erick e Ruan Renato, mas não foi feliz nas finalizações. Neilton entrou na vaga do volante Rodrigo Andrade para tentar corrigir o problema ofensivo, mas a alteração tornou os visitantes mais expostos e o Paraná finalmente soube aproveitar.

Aos 13 minutos, Andrey tabelou com Rafael Grampola pelo meio e encontrou Alex Santana na área do Vitória. O volante, jogador mais perigoso do confronto, não desperdiçou a terceira oportunidades que teve e chutou para o fundo do gol.

Atrás no marcador, o Vitória se desesperou na busca pelo empate. O destempero do Leão fez com que Rhayner, no banco de reservas, acabasse expulso após reclamar com o árbitro Raphael Claus.

Indo para o tudo ou nada, porém, o Rubro-Negro acabou premiado com o gol de empate. Aos 37 minutos, a bola foi levantada na área do Paraná em cobrança de escanteio e Léo Ceará subiu mais que todo mundo para mandar para as redes.

Ficha Técnica

Paraná 1 X 1 Vitória

Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)

Data: 04 de novembro de 2018, domingo

Horário: 17h (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Rogerio Pablos Zanardo (SP)

Cartões amarelos: Leandro Vilela, Igor e Alesson (Paraná); Ruan Renato, Marcelo Benítez, Aderllan e Arouca (Vitória)

Cartão vermelho: Rhayner (Vit), que estava no banco de reservas

Gols: Paraná: Alex Santana, aos 13 minutos e para o Vitória Léo Ceará, aos 37 do segundo tempo

Paraná: Richard; Wesley Dias, René (Mansur), Jessiel e Igor; Leandro Vilela, Jhonny Lucas (Alesson) e Alex Santana; Juninho (Silvinho) e Andrey; Rafael Grampola.

Técnico: Dado Cavalcanti

Vitória: Ronaldo; Ramon, Ruan Renato(Yago), Aderllan e Marcelo Benítez; Arouca, Léo Gomes e Rodrigo Andrade (Neilton); Léo Ceará, Erick (Maurício Cordeiro) e Lucas Fernandes

Técnico: Paulo Cesar Carpegiani

COMPARTILHAR