Brasileiro: Vitória não lamenta derrotas e pensa no Flamengo

69
Fotos: André Hiltner / EC Vitória

Sem tempo para lamentar o revés diante do Internacional, pela Copa do Brasil, o Vitória volta as atenções para a estreia no Brasileirão 2018. Neste sábado (14), às 19h, no Barradão, o Vitória enfrenta o Flamengo.

O Vitória perdeu as três últimas partidas que fez: Bahia duas vezes (2×1 e 0x0) e para o Internacional por 2 a 1.

Na quinta-feira (12), no CT do Grêmio, em Porto Alegre (RS), o técnico Vagner Mancini comandou treinamento aos atletas que atuaram em até 45 minutos nessa quarta-feira, no Beira-Rio. Os trabalhos foram iniciados com aquecimento orientado pelo preparador físico Lucas Itaberaba. Em seguida, Mancini exigiu bastante dos atletas em um minijogo em campo reduzido.

“A equipe teve um bom rendimento contra o Inter, anulamos o adversário na maior parte do tempo e sofremos o gol em um dos últimos lances. Tivemos intensidade e volume de jogo, principalmente na primeira etapa. Assimilamos os erros e acertos e agora é trabalhar forte, fazer uma boa partida contra o Flamengo e buscar a vitória”, comentou Mancini.

Nesta sexta-feira (13), 15h30, no CT Manoel Pontes Tanajura, vai ser realizado o último treinamento antes da rodada inaugural do Brasileiro.

Vitória perde e deixa o NBB

Quem foi ao Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras na noite de quinta-feira (12) viu um jogo entre o Universo/Vitória e Minas com três prorrogações, 14 trocas de liderança e sete empates no placar. Mas, em 55 minutos de jogo, a torcida rubro-negra em Cajazeiras também viu o time do Universo/Vitória lutar até o fim sem se entregar.

A classificação à quarta de final do NBB 10 não aconteceu, pois o Minas venceu por 117 a 111, mas os aplausos da Nação Rubro-Negra soaram como reconhecimento para o time que lutou até o fim. Com o resultado, o time mineiro fechou a série das oitavas de final em 3 a 2 e vai pegar o Flamengo na quarta de final.

Já o Rubro-Negro, comandado por Regis Marrelli, encerrou sua participação no NBB CAIXA 2017/2018 em décimo lugar. “Hoje faltou muita coisa da parte técnica, mas não faltou luta. Então eu não posso criticar a nossa equipe por tudo que eles fizeram em quadra. O Minas está de parabéns e mereceu a classificação”, analisou Regis.

Fotos: André Hiltner/ EC Vitória

COMPARTILHAR