Camaçari: Quadrilha vai responder por morte e estupro de casal

251
Foto: Reprodução Internet

O recebimento de R$ 70 mil reais, possivelmente de uma indenização. Esse foi o motivo para Daniel Neves Santos Filho, 29 anos, Carlos Alberto Neres Júnior, além de três menores invadirem a residência do casal Juvenal Amaral e Kelly Cristina Amaral, em Camaçari. Pelo fato de não conseguirem pegar o dinheiro, o grupo estuprou a mulher, e assassinou o casal e enterrou os corpos nos fundos da casa.

De acordo com a delegada Maria Tereza Santos, titular da 4ª Delegacia de Homicídios (DH/Camaçari), Daniel e Carlos Alberto, além do latrocínio, foram indiciados por estupro, ocultação de cadáver, porte ilegal de arma e corrupção de menores. “E os menores, responderão por estupro e latrocínio”, explicou a delegada.

O grupo foi preso na tarde de terça-feira (9), por equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Polo Industrial. Com eles foram encontrados uma espingarda calibre 12, um revólver e um veículo modelo Focus, placa JOD-0346. Uma denúncia anônima ajudou os militares no flagrante, em um imóvel, no bairro Santo Antônio,

Segundo comandante da unidade, major PM Orlando Rodrigues, os detidos mostraram, no terreno atrás da casa, onde eles fizeram os buracos e enterraram os corpos.

COMPARTILHAR