Campeonato Baiano: Bahia tenta entrar no G4, mas ataque é o pior da história

123
Fotos de Felipe Oliveira / EC Bahia

Com um treinamento tático na tarde de terça-feira (6) o Bahia encerrou a preparação para enfrentar o Vitória da Conquista. A partida, que é válida pela 5ª rodada do Campeonato Baiano, vai ser nesta quarta (7), às 18h30, na Fonte Nova.

O técnico Guto Ferreira escalou o possível time que inicia o jogo de hpje e, sempre que possível, parou a atividade para orientar os jogadores em campo.

Na segunda parte, o auxiliar André Luís comandou um trabalho de bolas paradas, com foco tanto na parte ofensiva quanto defensiva. O grupo treinou faltas laterais, escanteios e jogadas ensaiadas.

O meia Régis novamente treinou normalmente com o elenco.

A única ausência na atividade foi o lateral João Pedro, que ainda se recupera das dores no joelho. O atleta ficou tratando no departamento médico.

Guto Ferreira deve mandar a campo: Anderson, Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Mena; Gregore, Vinícius, Zé Rafael e Élber; Edigar Junio e Kayke.

Ataque

Fotos: Marcelo Malaquias / EC Bahia

O mais marcante no Baiano é o fato de o Bahia só ter marcado dois gols até aqui, ‘façanha’ inédita para o clube nos quatro jogos iniciais de um Campeonato Baiano. Em 2003, quando acabou num incrível nono lugar, anotou três gols – número igual ao da edição de 2006, ano em que ficou em quarto.

Após o trabalho, o grupo seguiu para a concentração onde fica até horas antes do duelo.

COMPARTILHAR