Candeias: Bom Jorge funde secretarias e nomeia titulares

39

Bom Jorge 01O prefeito em exercício da cidade, Jorge Luiz Bordoni, Bom Jorge, baixou decretos publicados no Diário Oficial do Município em que funde diversas secretarias e nomeia secretários e subsecretários.

Para a Procuradoria Geral do Município foi indicado o advogado Tadeu Muniz Nogueira.

Carlos Guedes, secretário de Administração, vai responder interinamente pela Secretaria de Indústria e Comércio.

Carlos Taboada vai responder pelas Secretarias de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, de Obras e de Habitação. José Lessa, ex-secretário, vai ser o subsecretário de Obras.

O desportista e professor de artes marciais, Everaldo Melo, conhecido como Everaldo da Banzai, vai ser o titular da secretaria de Esportes e da Juventude.

Jorge Luiz das Virgens é novo subsecretário de Meio Ambiente e Agricultura.

WP_20160719_13_33_59_ProO professor e advogado Jair Cardoso, que já era secretário de Educação, acumula agora também a secretaria de Cultura e Turismo.

Também o Cel. Jorge Santana foi mantido na secretaria de Transportes da cidade.

Allan Abehhusen da Silva, que era pregoeiro oficial do Município, é o novo secretário de Governo.

Dorival da Silva Júnior é o novo subsecretário de Finanças.

André Júnior, Júnior do CCA, é o titular da secretaria de Serviços Públicos, que vai ter como subsecretário, Firmino Augusto dos Santos.

Joelma Aneide, administradora hospitalar, vai responder pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. É a única mulher no primeiro escalão do governo Bom Jorge.

João Roberto Pavani é o novo Controlador Geral de Candeias.

Chico x NeideEm comum patra todos os novos secretários e subsecretários as dificuldades pelo descaso dos últimos anos. Falta de recursos, material e estrutura são comuns em todas as pastas.

A reestruturação de cada uma das secretarias é essencial para melhorar a qualidade do serviço público que foi um dos “calos” da desastrosa gestão do Sargento Francisco, prefeito afastado de Candeias por determinação do juiz federal Ávio Mozar Novaes, por suposto enriquecimento ilícito e improbidade administrativa em duas ações a pedido da Controladoria Geral da União – CGU – por desvio de verbas do SUS e da Saúde, um dos piores serviços na cidade nos últimos 4 anos.

Yancey Cerqueira, Dr. h.c.
Radialista DRT 006
COMPARTILHAR