Candeias: Juscelino reeleito presidente do Sindicato dos Servidores Municipais

119

O vigilante Juscelino dos Santos foi reeleito presidente do Sindicato dos Servidores do Município de Candeias (Sisemc) em pleito realizado na sexta, 29, das 8h às 17h na sede da entidade na Rua dos Missionários, Centro.

Com um grande comparecimento desde o início, a preocupação com o quórum foi logo afastada e, no meio da tarde, os candidatos já acreditavam que ao menos 50% dos aptos (mais de 450 servidores) a votar compareceriam às urnas para, pela terceira, reconduzir Lino, como é conhecido, presidente no quadriênio 2018/2022.

Representantes da Força Sindical e do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial do Estado da Bahia (Sintepav-Bahia) acompanharam a eleição que transcorreu em ambiente de cordialidade apesar do momento difícil porque passam os trabalhadores brasileiros, especialmente alguns grupos do funcionalismo público.

O presidente da Força Sindical Bahia, Emerson Gomes, frisou que “Candeias é um dos berços do sindicalismo baiano. O município tem categorias de luta, como os petroleiros, trabalhadores da construção civil e servidores. Por isso, não me surpreende a mobilização em torno da Campanha Salarial 2018 dos trabalhadores da Prefeitura de Candeias.

Já o presidente do Sintepav/Bahia, Irailson Warneaux de Oliveira, o Gazo, ressaltou que “hoje o Sisemc dá uma demonstração de força. Juscelino Santos e a direção do sindicato conseguiram, com muito trabalho, fazer com que o servidor confie na entidade. Notamos também, na sede do sindicato, a boa utilização dos recursos dos trabalhadores, pois o sindicato se estruturou para realizar um atendimento eficiente aos seus filiados”.

Juscelino reconhece que “aumenta a responsabilidade na condução dos destinos dos servidores candeenses, pouco reconhecidos pelas administrações do Município”, que teve crescimento na receita de 33% nos últimos dois anos – 2016/17.

Lembra que tem duas metas à frente do Sindicato neste mandato: “Lutar pelo Plano de Cargos e Salários e a aplicação, que beneficie os trabalhadores da Educação, dos R$ 100 milhões dos recursos precatórios do Fundeb”.

Eleita vice-presidente, Marta Marinho frisou que “os servidores, ao comparecerem às urnas, reconhecem o trabalho de Juscelino e da diretoria”. Ela afirmou que o compromisso dos novos diretores “é percorrer os locais de trabalho das diversas categorias de servidores e levantar as demandas. Vamos, cada vez mais, buscar unificar as categorias, lutando por causas que são de todos e também pelos pleitos específicos”.

COMPARTILHAR