Candeias: Justiça Federal aceita pedido de afastamento de Francisco

13

Uma operação da controladoria Geral da União que investiga superfaturamento na compra de merenda escolar e despesa não comprovadas na saúde, realizada em dezembro de 2015, resultou no afastamento do prefeito Francisco Silva nesta terça-feira, 19, no cargo desde 22 de junho de 2012 e reeleito em 12 de outubro e no segundo mandato desde 1° de janeiro de 2013.

Chico 02O superfaturamento teria sido no valor de R$ 790 mil na compra de produtos para a merenda escolar nos últimos nos anos de 2013 e 2014.

Na área da Saúde constatou-se um extra de R$ 340.182,29 para a reforma de unidades básicas de saúde em pagamento de serviços não efetuados.

Também ficou evidenciada a falta de acompanhamento e fiscalização, por parte da gestão do Sargento, e pagamento de despesas não comprovadas entre abril/15 e junho/15 no valor de R$ 2.994.230,15 na área da UPA e do Hospital Ouro Negro.

Cabe recurso da decisão.

COMPARTILHAR