Candeias: Secretário interino de Educação discute ações do IPAC e Unilab na cidade

115
Foto: Assessoria Secult / Candeias

O secretário de Cultura e Turismo, Cassio Vinícius, que também responde interinamente pela pasta da Educação, juntamente com servidores de ambas as secretarias, Márcia Rodrigues, Fernanda Rocha, Luiza Régis e Alisson Suan, participaram de reunião na Unilab, no intuito de dar continuidade às parcerias já existentes, cujas atividades, para essa próxima fase, estão previstas para serem desenvolvidas no Município de Candeias, a partir do segundo semestre deste ano.

Na ocasião, participou também da reunião, a equipe do IPAC – da Diretoria de Museus, Fátima Santos, Fátima Soledade e Cristina Melo, já que um dos objetivos é promover iniciativas ligadas à educação patrimonial e intervenções no Museu Wanderley Araújo Pinho.

Como representantes da Unilab, participaram a Diretora Mírian Reis, coordenadores de curso, Rodrigo, da Seção de Relações Institucionais, e Beatriz, estudante do Curso de Ciências Sociais, participante do Projeto de Pesquisa sobre Documentação e Memória.

Durante a reunião, foi discutida uma pauta que incluía como pontos principais: ações de inserção da Unilab em Candeias (oferta de oficinas e outras atividades de extensão, curso de graduação e pós-graduação e atividades de pesquisa); convênio Unilab – Prefeitura de Candeias – IPAC; convênio Unilab – Prefeitura de Candeias.

O secretário Cassio enfatizou a grande demanda por atividades da Unilab em Candeias, com destaque especial para cursos de graduação e formação continuada para professores/as da rede básica e para cursos de extensão em alguns idiomas. Falou sobre a Lei Municipal de Turismo Pedagógico, que incentiva o acesso a museu e monumentos, e sobre a disposição da gestão municipal de garantir a estrutura necessária para a concretização do convênio de forma efetiva e eficiente.

Já, no que diz respeito ao IPAC, viu-se a possibilidade da oferta de cursos para toda Rede Municipal de Ensino, relacionados ao Patrimônio Histórico e Cultural e Educação Patrimonial, de modo a trabalhar com estudantes e professores. Além de ações que visem dinamizar o Museu e seu entorno.

Ainda, professores da Unilab apresentaram alguns projetos e cursos da presente instituição voltados para as áreas de Memória, Documentação e Acervo, sob a responsabilidade da professora Cristiane; Curso de especialização em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros, apresentado pelos professores Fábia e Eduardo Estevam, que fortaleceram a proposta de integração de atividades com o Museu Wanderley Araújo Pinho.

A equipe envolvida está bem confiante com essa articulação, e a expectativa é que os quatro órgãos envolvidos possam trazer contribuições significativas para a formação dos candeenses, no que diz respeito à educação, cultura, turismo, artes e outras temáticas de igual relevância.

COMPARTILHAR