Candeias: Vice-prefeito Bom Jorge declara apoio a Dr. Pitagoras

72

O vice-prefeito de Candeias, Bom Jorge, do PSD, declarou esta noite (14) apoio a pré-candidatura a prefeito de Dr. Pitagoras, pelo PP, na eleição do próximo dia 2 de outubro, em mais uma reunião realizada com os pré-candidatos a vereador pelo PP (Partido Progressista), PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), PP (Partido da Pátria Livre) e PSB (Partido Social Brasileiro).

IMG_1986Segundo Bom Jorge, ele teve um sonho ao participar da chapa encabeçada pelo atual chefe do Executivo, em 2012, mas praticamente nada do que ouviu no momento de aceitar integrar o grupo do Sargento Francisco e nos palanques foi cumprido.

Por isso, e por ser o candidato que reúne as condições ideais para colocar candeias no ritmo de crescimento e desenvolvimento, que tomei a decisão de apoiar a pré-candidatura deste jovem e promissor candeense.

Também falou na reunião, o vice-presidente do PSB, em Candeias, Giovane Brasil, que disse depositar no candeense, médico e vereador, Dr. Pitagoras, as últimas esperanças para que a cidade volte a dar orgulho aos filhos da terra e aos que adotaram Candeias.

“Vc, me permita Dr. Pitagoras, por ser um mais velho e amigo do seu pai, não tem o direito de errar em chegando a Prefeitura, e acredito muito nessa possibilidade”, e “tenho convicção que todos os que estão neste espaço, tem a mesma opinião”.

Ao encerrar a reunião, o pré-candidato e vereador pelo PP, Dr. Pitagoras, disse que se sentia gratificado pela presença e manifestação de apoio do vice-prefeito Bom Jorge, um vereador de 4 mandatos e quem tem muito a dar por Candeias.

Lembrou Dr. Pitagoras que, ao comentar com pessoas próximas sobre po provável apoio, somente ouviu elogios a postura política e pessoal do vice-prefeito de Candeias.

Por fim disse, mais uma vez, que recebeu a certeza do vice-governador, João Leão, líder estadual do PP, que o governador Rui Costa via com muito carinho a pré-candidatura do Dr. Pitagoras. Não haverá nenhuma dificuldade na relação entre ambos caso o vereador pelo Partido Progressista seja eleito, pois o mesmo pertence a uma agremiação da base aliada do governo do Estado.

COMPARTILHAR