Conta de energia pode ficar ainda mais cara

69

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, revelou nesta segunda-feira que o governo de Michel Temer estuda a compra de energia elétrica mais cara. Na prática isso deve elevar o valor da tarifa para os consumidores. “Está sendo cogitado; decidido, não. A gente tem, sim, uma preocupação com a situação”, admitiu.

Coelho Filho lembrou que já vem alertando há algum tempo que não há risco mais severo de desabastecimento, mas que haverá impacto, “como já vem ocorrendo”, nas tarifas para o consumidor. O ministro participou hoje de encontro com participantes do seminário sobre Matriz e Segurança Energética Brasileira promovido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro.

O ministro comentou que mantém encontros periódicos com autoridades do setor elétrico para acompanhar a situação, mas ainda não há nenhuma deliberação sobre despacho por fora de ordem de mérito. Acrescentou ainda que o ministério está conversando com a Petrobras para viabilizar a operação de usinas térmicas que estão disponíveis, mas ainda não entraram em funcionamento por falta de combustível. “Estamos conversando”.

O ministro adiantou que cada térmica tem uma situação diferente da outra. “Nós estamos endereçando na medida do possível, porque é importante para o sistema contar com elas operando”, disse.

COMPARTILHAR