Copa do Mundo: Espanha x Rússia e Uruguai x Portugal são os primeiros jogos da oitava-de-final

86

No próximo dia 30, uruguaios e portugueses se enfrentam às 15h, de Brasília, em Sochi, enquanto espanhóis e russos jogam no dia 1º de julho, às 11, em Moscou

A seleção do Uruguai não teve qualquer dificuldade para vencer a Rússia por 3 a 0, na Cosmos Arena, em Samara. Aos oito minutos de jogo, a Celeste Olímpica já colocava 1 a 0 no placar com o artilheiro Suárez. As duas equipes começaram o jogo em alta velocidade. Aos 8 minutos, em uma jogada de contra-ataque, depois de uma saída de bola errada da defesa russa, Betancur sofre falta na entrada da área. Suárez bate forte no canto do goleiro Akinfeev, que apenas olha a bola entrar.

Depois do gol, os russos se lançam ao ataque tentando o empate, deixando a defesa desguarnecida. Apesar de várias chances de gol, é o Uruguai que consegue fazer 2 a 0, aos 22 minutos. Após cruzamento na área, a defesa russa rebate e a bola sobra para Laxalt. Ele chuta, a bola desvia em Cheryshev, desloca o goleiro Akinfeev e entra no gol.

Aos 39 minutos, a Rússia quase faz o seu gol. Smolov chega pela esquerda, dá um corte seco em Torreira, que fica no chão, chega à linha de fundo, cruza na direção da pequena área, mas Muslera intercepta a bola. Aos 45 minutos, finalmente Cavani consegue fazer o seu primeiro gol na Copa da Rússia. Depois de uma cabeçada de Godim, em jogada de escanteio, o goleiro russo rebate e a bola sobra para o atacante uruguaio que chuta para o gol, fazendo 3 a 0.

Arábia Saudita vence Egito

No outro jogo do grupo A, na Volgograd Arena, em Volgogradskaya, a seleção da Arábia Saudita derrotou o Egito por 2 a 1, ficando com a terceira colocação. O craque Mohamed Salah chegou a abrir o placar, fazendo o seu segundo gol na Copa, mas o time saudita reagiu e conseguiu virar o resultado.

Os gols da Arábia saudita foram marcados por Salman Al Faraj, no primeiro tempo, e Salem AlDawsari na etapa final. O gol do egito foi Salah aos 21 minutos de jogo. Com o resultado, o Egito deixa a Copa da Rússia sem nenhuma vitória e em último ligar no Grupo A.

Espanha x Marrocos

Quem esperava que o Marrocos, já sem chances de classificação, faria um jogo desinteressado contra a Espanha se enganou. Os marroquinos mostraram mais uma vez um time consistente, perigoso e técnico. A torcida marroquina, maioria no estádio, comemorou dois gols e sentiu a vitória contra a favorita Espanha até os 45 minutos do segundo tempo.

Mesmo perdendo por 2 x 1, a Espanha se classificaria, mas Iago Aspas, que entrou no segundo tempo, salvou a honra da sua seleção com um gol de letra. O gol só foi validado após intervenção do VAR, o árbitro de vídeo. Não fosse a tecnologia, muito provavelmente os marroquinos estariam ainda em festa.

Assim como contra o Irã, a Espanha mostrou dificuldades em finalizar os ataques. Domina as ações no campo do adversário, tem posse de bola esmagadora, mas não consegue fazer o gol facilmente. E de quebra, deu espaços de contra-ataque para o adversário. Diego Costa, centroavante espanhol, pouco fez de marcante na partida. Bem marcado, ficou isolado, sem oportunidade de chutar ao gol.

Paciente, a Espanha continuava tentando mesmo sem ameaçar. Quando o jogo já estava nos acréscimos, a Espanha chegou ao empate com Iago Aspas. Após cobrança rápida de escanteio, com a defesa desatenta, ele recebeu um cruzamento na pequena área e tocou de letra para o gol. O juiz marcou impedimento, mas após revisão da arbitragem de vídeo confirmou o gol.

Marrocos x Portugal

Ao empatar por 1 a 1 com a seleção do Irã, em partida disputada, na Mordovia Arena, em Saransk, Portugal ficou em segundo lugar no grupo B e vai enfrentar nas oitavas de final a Seleção do Uruguai, a primeira colocada no grupo A. A Espanha, que empatou com Marrocos em 2 a 2, ficou em primeiro no grupo B e vai jogar nas oitavas contra a Rússia.

Aos 45 minutos, após uma jogada confusa na área de Portugal, em que a bola teria tocado no braço de um defensor, o juiz consultou o árbitro de vídeo e marcou o pênalti contra a seleção portuguesa. Ansarifard bate e fez o gol de empate. Logo depois, o Irã quase fez 2 a 1. Numa jogada rápida pela esquerda, Taremi teve a chance da virada, mas chutou a bola para fora. Aos 57 minutos, o árbitro Enrique Cáceres apitou o fim do jogo. Nas arquibancadas a torcida iraniana aplaudia a seleção.

COMPARTILHAR