Copa do Mundo: Suécia e Inglaterra se enfrentam na quarta de final

85
Copa 2018: Colômbia e Inglaterra. Início do jogo.

No primeiro jogo do dia, a Suécia venceu a Suíça por 1 x 0 e avançou à quarta-de-final da Copa do Mundo. Com isso, o país escandinavo volta ao grupo dos oito melhores times de uma Copa após 24 anos. A última vez foi em 1994, nos Estados Unidos, competição vencida pelo Brasil, quando chegou até a semifinal.

Foi uma partida que exigiu muito do sistema defensivo sueco, sobretudo no segundo tempo. Mas a defesa se comportou bem e garantiu a vitória. Lá na frente, Fosberg fez o gol da vitória. Após a partida, o treinador sueco Janne Andersson exaltou o esforço da equipe.

“É muito empolgante ver que o grupo passa por isso junto. Estou orgulhoso de tudo, de todo o grupo. Foi bom porque conseguiram controlar a partida depois do gol. Sairemos daqui orgulhosos quando formos para casa”, disse ainda no gramado, enquanto os comandados festejavam com a torcida.

Inglaterra nos pênaltis

A classificação inglesa, que parecia tranquila até o final do segundo tempo, foi dramática. Depois de controlar o jogo durante os 90 minutos, levou um gol de empate nos acréscimos e só se garantiu na quarta de final nos pênaltis. A classificação inglesa encerra a fase de oitavas de final da Copa do Mundo. Com a vitória, a Inglaterra enfrenta a Suécia na próxima fase.

A Colômbia fez um jogo nervoso durante o tempo normal e melhorou na prorrogação. Mas dependia muito de Falcão Garcia e Cuadrado, seus principais nomes ofensivos, para se manter na competição. Mas eles não estavam em um dia inspirado. James Rodriguez, o craque do time e responsável pela armação de jogadas, sequer foi para o banco de reservas, devido a uma lesão.

Os colombianos ainda tiveram sobrevida na partida com o gol do zagueiro Mina. Com seus gols, ele já vinha salvando o time na Copa desde a fase de grupos. Mas dessa vez não foi o suficiente. O placar de 1 a 1 levou o jogo para os pênaltis. Uribe e Bacca perderam as cobranças, enquanto Henderson errou pela Inglaterra.

COMPARTILHAR