Copa Sul-Americana: Empate leva Bahia para a oitava de final

66
Fotos; Agência EFE

O Tricolor está na oitava de final da Copa Sul-Americana ao empatar por 1 a 1 pela 2ª fase do torneio, na noite de quarta-feira (8), em Montevidéu (URU), já que ganhou a partida de ida por 2 a 0 e ficou com a vaga no placar agregado.

Na próxima fase o Esquadrão enfrenta o vencedor de Botafogo e Nacional (PAR). Na partida de ida, os paraguaios venceram os cariocas por 2 a 1. A volta vai ser no dia 16, no Rio de Janeiro.

O Bahia segue a maratona de jogos neste sábado (11), quando recebe o América-MG, às 19h, na Fonte Nova, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe retorna para Salvador nesta sexta-feira.

Em campo, o Bahia se aproveitou da vantagem aberta em Salvador para atuar nos contra-ataques. Com o péssimo estado gramado do estádio Luís Trocolli, além do frio e do vento forte, a partida terminou sendo muito física e de pouco lances de perigo na etapa inicial.

O Tricolor abriu o placar aos 18 minutos, em contra-ataque puxado por Régis, Edigar Junio e Zé Rafael, que depois de cortar para o meio, chutou de fora da área e contou com um desvio da zaga para fazer 1 a 0.

A partida seguiu truncada, com muitas reclamações e catimba de lado a lado. No início do 2o tempo, começou a chover, para piorar a situação, e aos 13 minutos, Nilton recebeu seu 2o cartão amarelo e foi expulso.

Com um jogador a mais em campo, a equipe uruguaia, que precisava vencer por três gols de diferença então, lançou-se mais ao ataque pressionou o Bahia. Marcou seu gol de empate aos 16, com Leandro Paiva, mas viu o goleiro Anderson crescer na partida e se tornar o melhor jogador em campo, com pelo menos três grandes defesas antes do apito final do juiz.

O Bahia atuou com: Anderson; Everson, Tiago, Douglas Grolli e Léo; Gregore, Nilton, Zé Rafael, Régis (Élton) e Élber (Flávio); Edigar Júnio (Junior Brumado).

Zé Rafael

Autor do primeiro gol do Bahia fora do país em Copas Sul-Americanas, o meia Zé Rafael valorizou muito o elenco Tricolor. O jogador parabenizou a todos pela classificação, mesmo com toda a dificuldade da partida.

“Fico feliz por fazer parte dessa história. Nosso grupo é muito batalhador que tem se dedicado a cada jogo e em todas as competições. Aos poucos vamos colhendo os frutos que temos plantando. Nossa equipe está de parabéns porque fez um grande um jogo contra um adversário que está acostumado a jogar nesse campo ruim. Fizemos um jogo muito consistente”, disse.

COMPARTILHAR