Corpo de professora assassinada a facadas é sepultado

34

Foi enterrado na manhã desta terça-feira (5), na cidade de Pé de Serra, interior baiano, o corpo da professora Ienata Pedreira Rios, 35 anos, assassinada a facadas na casa onde morava, no domingo (3), em Riachão do Jacuípe. O corpo dela foi velado durante toda a manhã na residência da família, em Pé de Serra, e o cortejo fúnebre percorreu aas ruas da cidade até o cemitério.

A cerimônia reuniu dezenas de familiares, parentes e amigos que acompanharam as homenagens na despedida da professora, que além de Riachão do Jacuípe, dava aulas também no município de Pé de Serra.

Professora de Inglês 01Na segunda-feira (4), a prefeitura de Riachão do Jacuípe anunciou que as escolas públicas da cidade cancelaram as atividades em sinal de luto após a morte de Ienata, que era professora de inglês e já lecionava há muitos anos. O Colégio Projeção pertence à rede particular de ensino e também suspendeu as atividades na segunda-feira.

A professora também ensinava na Cooperativa Educacional Pé de Serra (COOPEPS), que fica a cerca de 30 quilômetros de Riachão do Jacuípe.

As atividades da instituição também foram suspensas na segunda.

O crime é investigado pelo delegado Sérgio Araújo Vasconcelos. Ninguém foi preso.

Crime

A professora foi achada morta dentro de casa no domingo. Segundo a polícia, Ienata Pedreira Rios tinha vários ferimentos a faca. Ela era noiva e deixa um filho adolescente. As circunstâncias do homicídio ainda serão investigadas.

O noivo da professora foi ouvido pela polícia para colher dados a fim de dar início às investigações sobre o crime. De acordo com o delegado, o rapaz mora em Dias D’ávila, região metropolitana de Salvador, e não estava em Riachão do Jacuípe no momento do crime. O filho dela também não estava na residência.

COMPARTILHAR