Diminuiu número de mortes e acidentes nas estradas federais em 2017

124

Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontam que, no ano passado, foram registrados 89,3 mil acidentes graves, que resultaram na morte de 6,2 mil pessoas e deixaram 83,9 mil feridos. Em 2016, todos os índices foram maiores: 96,5 mil acidentes (+7,5%); 6,4 mil mortos (+2,7%); e 87 mil feridos (+3,5%).

O principal problema dos viajantes, segundo a PRF, foi a falta de atenção. Estima-se que essa tenha sido a causa de 34,4 mil acidentes e da morte de 1,8 mil pessoas no ano passado. A imprudência também foi um problema: mais de 2,3 milhões de pessoas foram autuadas por velocidade superior à permitida em mais de 20%. Esse índice também apresentou redução de 12,5% na comparação com 2016.

A segunda infração mais cometida de acordo com os registros da polícia rodoviária foi “em movimento de dia, deixar de manter acesa luz baixa nas rodovias”, com mais de 905,6 mil motoristas autuados. Cerca de 500 mil motoristas foram autuados por transitar em velocidade de 20% a 50% maior que a permitida. No total, foram 5,8 milhões de infrações autuadas e, nesse caso, houve crescimento de 4,8%.

COMPARTILHAR