Diretor amigo do presidente é demitido no Bahia

14

Chamado para assumir a gerência do Bahia assim que Marcelo Sant’Ana foi eleito presidente, em 2014, Eder Ferrari não resistiu a má fase do clube e foi demitido da função. O anúncio foi feito pelo Bahia nesta sexta-feira (8) e endossado pelo próprio Eder na conta pessoal no instagram.

Marcelo Sant'Anna 02O jornalista, amigo próximo de Sant’Ana, vinha sofrendo um processo de fritura de parte da imprensa e da torcida. Pairavam sobre ele acusações de que tinha um mau relacionamento com os jogadores, sendo chamado de “arrogante” e de “não entender o que fazia” por uma postura de cobrança e inexperiência na área.

No texto de despedida, Eder se defendeu: “”Criaram uma pressão de fora para dentro, venderam mentiras, boatos infundados e levaram torcedores desenformados (sic) a acreditar no que não existia”.

Em outro trecho, o jornalista diz que “Bater de frente com o sistema não é fácil! Fechei a porta do clube para muitos empresários bandidos, que só faziam surrupiar o Bahia”, disse, sem citar nomes.

Em nota, o Bahia se limitou a dizer que “agradece os serviços prestados e a dedicação nos últimos 19 meses”, além de ‘desejar boa sorte” no seguimento da carreira.

COMPARTILHAR