Dom Carlos Petrini alerta eleitores para o poder do voto

17

Na missa pelos 193 anos de Independência da Bahia, realizada no Santuário de Nossa Senhora das Candeias, concelebrada pelo pároco de Nossa Senhora Madre de Deus, padre Vilalba, o reitor do Santuário local, Frei Jorge Luiz Soares, e presidida pelo bispo da Diocese de Camaçari, Dom João Carlos Petrini disse que “no mundo antigo as pessoas se espelhavam na imagem do gladiador, aquele homem forte.” Hoje, segundo o bispo, a imagem ideal é a do vampiro.

IMG-20160710-WA0003E o que é o vampiro? Segue o líder religioso da Igreja Católica “é aquele que para alimentar-se, suga o sangue do outro. Precisamos encontrar no samaritano a figura real. Aquele que tem misericórdia”.

Para o bispo de Camaçari, responsável pela Paróquia de Candeias, a cidade viveu nos últimos 20 anos administrações vampiras que só sugaram o dinheiro, mas, em hipótese nenhuma, a esperança do povo candeense.

Duro nas palavras, Dom Petrini disse que “esses gestores enriqueceram as famílias e empobreceram o povo. Entrou prefeito e saiu prefeito e nada foi feito de fato pela cidade de Candeias”.

Alertando principalmente os eleitores a menos de 3 meses do pleito municipal, acrescenta, é preciso encontrar aquele candidato que, de fato, seja um samaritano, uma pessoa que tenha misericórdia, que cuide de nós.

Finalizando a homilia, Dom João Carlos Petrini, do Instituto da Família, disse que as pessoas precisam se informar sobre as propostas futuras e o passado do candidato.

Ele recomenda que os eleitores pesquisem, no Google, os 3 nomes que se apresentam corrida eleitoral da cidade.

“É preciso avaliar o que já fizeram. Qual o legado? Ver de perto as propostas. É hora de pensar candeense”, vaticinou o líder da Igreja Católica.

COMPARTILHAR