Estado inaugura a Via Metropolitana

155
Foto: Manu Dias / GOVBA

Uma nova rodovia, com 11,2 quilômetros de extensão, pela qual devem passar mais de 15 mil veículos por dia. Essas características pertencem à Via Metropolitana Camaçari – Lauro de Freitas, entregue, oficialmente, pelo Governo do Estado, à população, na manhã desta terça-feira (19).

A intervenção, que contou com recursos da ordem de R$ 298 milhões, representa um novo vetor de crescimento para a Região Metropolitana de Salvador (RMS). “O objetivo é tirar o engarrafamento de Lauro de Freitas, que já é uma cidade grande, com trânsito intenso. A passagem de veículos por dentro do município atrapalhava os moradores de Lauro e quem seguia para Camaçari e localidades do Litoral Norte. Em determinados horários, a travessia aqui demorava uma hora, um hora e meia para ser concluída. Com a Via Metropolitana, o Governo resolveu esse problema”, afirmou o governador Rui Costa.

Ainda de acordo com ele, a intervenção manteve o verde do local, o que deixou a via ainda mais bonita. “Espero que possamos conservar essa estrada, e que tanto as pessoas de Camaçari quanto de Lauro de Freitas façam um processo de ocupação da via de forma ordenada, para preservarmos esse visual belíssimo. O Governo do Estado está estruturando toda a região metropolitana numa malha viária adequada ao tamanho da Bahia, tirando todo o gargalo que ainda existia, oferecendo conforto e segurança”, concluiu.

Segundo o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, a Via Metropolitana, que contorna todo o município de Lauro de Freitas, vai revolucionar a circulação de veículos na região. “Soma-se a outras obras importantes do governo estadual, a exemplo da Cascalheira, Via Atlântica e contorno de Candeias”, listou.

Estrutura

Dotada de sete viadutos, quatro pontes, túnel de acesso, canteiro central e uma praça de pedágio, a nova via será mantida pela Concessionária Bahia Norte. “Hoje, para a Concessionária, é um dia muito especial. É uma via muito importante, resultado de um projeto apresentado pelo Estado, e que foi muito bom podermos contribuir para a realização”, declarou o diretor-presidente da Bahia Norte, Guilherme Eloy.

O instrutor de autoescola Valderson Cardoso já usou a nova estrada e conta que está muito satisfeito. “O tempo que levava passando por Lauro de Freitas era muito mais demorado. Agora ficou muito mais fácil com essa via alternativa”.

Preservação e manutenção

No decorrer da execução da obra, animais de inúmeras espécies, bem como 18 mil mudas de plantas nativas foram resgatados. A fim de garantir equilíbrio ambiental, houve a plantação de mais de seis mil mudas, em diferentes pontos do entorno da via.

Além da manutenção, é responsabilidade da Bahia Norte prestar uma série de serviços aos usuários, que inclui atendimento médico de urgência, socorro mecânico e um avançado sistema de operação e monitoramento.

COMPARTILHAR