Furacão começa a atingir a costa leste dos EUA

108

O furacão Florence, que caiu para a categoria 1, começou a atingir a costa leste dos Estados Unidos com vento de 150 km/h e chuva torrencial, que, segundo as previsões, podem causar alagamentos catastróficos.

No boletim das 3h GMT (24h de Brasília), o Centro Nacional de Furacões (NHC) informa que Florence tem agora ventos firmes de 150 km/h, caindo da categoria 2 para a 1 na escala Saffir-Simpson (1 a 5).

O furacão se encontra a 95 km de Wilmington, na Carolina do Norte, e se desloca a 9 km/h, trazendo ondas “ciclônicas que ameaçam à vida” e “inundações por chuvas que aumentarão durante os próximos dias”.

A Agência Federal para o Manejo de Emergências (FEMA) pediu que não baixem a guarda.

“Só porque a velocidade do vento diminuiu, a intensidade da tempestade baixou para dois, por favor não baixem a guarda”, advertiu o diretor, Brock Long.

“Ocorrerá um aumento do nível da água de 1,8 m a 2,7 m”, disse Steve Goldstein, diretor do Escritório Nacional de Administração Oceânica e Atmosférica (NOAA).

Na Carolina do Norte ao menos 88 mil residências já estavam sem energia elétrica, segundo a FEMA.

A cidade de Wilmington era varrida por fortes rajadas de vento, mas a chuva diminuiu um pouco, constatou a AFP no local.

Alguns bares permaneciam abertos no início da noite em Wilmington e o proprietário do “Bar Local”, Denis Mancinelli, tocava guitarra para tentar atrair as poucas pessoas na rua.

“Vamos continuar abertos enquanto as condições permitirem”, disse Mancinelli.

COMPARTILHAR