Iaçu: Ex-presidente de associação rural comprou esmalte e tintura para cabelo

265
Foto: Tudo News

Além disso, também gastou em seis R$ 600 de gasolina para uso de uma motocicleta que era utilizada pelo filho dela também funcionário. Evanir perdeu a eleição em abril passado

A primeira reunião e também assembleia da nova diretoria da Associação dos Moradores dos Campos, Melquíades e adjacências, na Comunidade dos Campos, em Iaçu cidade na Chapada Diamantina a 279 km de Salvador, serviu para o presidente eleito em abril deste ano, Ronivan dos Santos, conhecido por Rubens, apresentar aos associados os novos diretores, mostrar a prestação de contas dos últimos seis meses da gestão passada e também anular atos da ex-presidente Evanir Teles que “tentou expulsar” associados sem os trâmites que exigem o Estatuto da entidade.

Inicialmente, o novo presidente leu a ata da posse da nova diretoria e, na sequência, pediu ao associado Eduardo Nascimento que fizesse a leitura da ata da reunião com a CAR – Companhia de Apoio Rural, representada em Iaçu pelo senhor Erisvaldo. Segundo o documento, ficou indefinida a autoria da convocação da reunião e também se percebeu a nítida tendência do representante em induzir a nova diretoria a aceitar imposições não condizente com o papel dele nos projetos que têm financiamento a fundo perdido do Bird (Banco Interamericano de Desenvolvimento Econômico), que apoia o emponderamento de mulheres em todo o mundo.

Erisvaldo tentou manter como ACR – Agente |Comunitário Ruraul – da Associação dos Campos, o filho da ex-presidente que teria usado um Certificado de conclusão do segundo grau fraudado, e não goza de apoio nem dos diretores nem da comunidade, o que foi rechaçado pela nova diretoria.

Depois de apresentada e discutida prestação de contas da gestão passada, a mesma foi desaprovada por ampla maioria dos quase 70 associados presentes na assembleia.

Compras inusitadas

Evanir Teles, a de blusa branca no centro Foto: Tudo News

Na leitura dos documentos da prestação de contas, ficou evidente o descontrole e falta de regras nos gastos dos recursos da Associação dos Campos na gestão de Evanir Teles (Vaninha) que, presente, disse desconhecer a compra de tintura para cabelo, esmalte e creme para a pele nas notas fiscais que ela mesmo apresentou.

Também foi difícil explicar o gasto de R$ 600,00 de combustíveis (gasolina) em seis meses com a única motocicleta da associação utilizada pelo filho funcionário que, fazendo uma análise rápida, permitiria ir e voltar à cidade de São Paulo com os 150 litros adquiridos, ou ir e voltar da comunidade dos Campos à sede de Iaçu, pelo menos 175 vezes, em 180 dias.

Por fim, depois da votação pela rejeição das contas, o presidente agradeceu, espera contar com o apoio e disse que Associação depende da colaboração de todos, que são muitos importantes.

COMPARTILHAR