Lateral que disputou Copa no Brasil morre de leucemia

382
Lateral hondurenho Juan Carlos Garcia

Atleta foi diagnosticado com o problema de saúde em fevereiro de 2015

O Wigan Athletic anunciou a morte do lateral Juan Carlos Garcia, de 29 anos, na terça-feira. O defensor, que disputou a Copa do Mundo de 2014 no Brasil por Honduras, sofria de leucemia desde fevereiro de 2015 quando foi descoberto a doença.

“É uma notícia trágica e enviamos toda as nossas profundas condolências aos seus familiares e amigos”, disse o presidente David Sharpe, rapidamente em um depoimento sobre o assunto.

“Oferecemos todo o suporte que pudemos e ele teve o melhor tratamento possível no hospital. Infelizmente, Juan Carlos não resistiu à batalha contra esta terrível doença. Com apenas 29 anos de idade, ele vai embora muito jovem e os nossos pensamentos estão agora com a família neste período de luto”, completou o dirigente.

O lateral tinha contrato com o Wigan até o meio do ano passado, mas ganhou uma licença especial para continuar o tratamento na Inglaterra, sempre com o suporte do clube.

Juan Carlos atuou por mais de 30 partidas pela seleção de honduras, sagou-se campeão da segunda divisão inglesa pelo Wigan em 2016, quando já estava afastados pelos médicos para tratar da doença.

Ele defendeu a seleção de Honduras por mais de 30 partidas se sagrou campeão da segunda divisão inglesa com o Wigan na temporada 2016, quando já se encontrava afastado para se tratar do problema médico.

COMPARTILHAR