Messi perde pênalti e diz que não joga mais pela Argentina

33

Jogando para mais de 82 mil espectadores no MetLife Stadium, em Nova Jersey (EUA), o Chile conquistou o título da Copa América Centenário. Na noite de sábado, os chilenos venceram a Argentina nos pênaltis por 4 a 2 após 0 a 0 no tempo regulamentar e faturaram o bicampeonato. Messi isolou a cobrança e Silva marcou o último gol para desespero do camisa 10.

Com o vice-campeonato, a Argentina segue com o jejum de 23 anos sem levantar uma taça nas competições que disputada com a seleção principal. Assim como em outras decisões, Higuaín desperdiçou chance incrível. Messi e Biglia perderam os pênaltis.

A partida

Os argentinos começaram com tudo e antes dos trinta segundos da primeira já tinham assustado com Banega em chute de fora da área. A decisão teve um início bem disputado, com muitas faltas e as duas equipes marcando forte. Messi até tentou em cobrança de falta, mas parou nas mãos de Claudio Bravo.

A situação dos chilenos piorou aos 27 minutos com a expulsão de Díaz. Camisa 21 parou Messi com falta e levou o segundo amarelo ainda na primeira etapa. Di María arriscou de longe, porém sem perigo para a meta de Claudio Bravo. Antes do apito final, Marcos Rojo também recebeu vermelho após forte entrada em cima de Vidal.

Segundo tempo

Messi 07No segundo tempo de partida, o Chile voltou equilibrando mais a posse de bola e conseguiu assustar Romero ainda no começo, com Vargas. Isla também tentou em bela finalização de fora da área, porém a bola saiu raspando a trave dos argentinos. Messi encontrava muitas dificuldades para sair da marcação de Vidal, que era implacável.

Prorrogação

O jogoo seguia pegado assim como no tempo normal e defesas eram eficientes. Agüero esteve perto de marcar, mas foi travado. O Chile respondeu com Vargas, porém Romero se esticou todo para pegar a cabeçada do atacante. Aos nove foi a vez de Bravo salvar após Agüero mandar de cabeça, bola ainda bateu no travessão. Nos últimos 15 minutos de bola rolando, os hermanos pressionaram, mas os chilenos se defenderam bem e decisão foi para os pênaltis.

Nos pênaltis, Messi isola

Os chilenos foram melhores nas penalidades e conseguiram ficar com a taça. Messi isolou a cobrança, Bravo defendeu a de Biglia e coube a Silva marcar o último gol para garantir o bicampeonato para o Chile.

COMPARTILHAR