MPE apura fraudes em Santo Amaro

21

O Ministério Público da Bahia cumpre mandados de prisão temporária e de busca e apreensão nos municípios de Santo Amaro, Lauro de Freitas, Camaçari e Salvador, nesta quinta-feira (14). Intitulada de “Operação Adsumus (que significa estar presente)”, a ação objetiva combater fraudes em licitações, além de crimes de desvio de dinheiro público e lavagem de dinheiro.

MPE 01De acordo com as investigações, os crimes foram cometidos por uma organização que envolve empresários e agentes públicos da Prefeitura de Santo Amaro, município do recôncavo da Bahia. Ainda com base na apuração da Promotoria de Justiça, a associação criminosa teve origem a partir da Secretaria de Obras da cidade.

O esquema funciona desde 2011. Nesse período, empresários e agentes públicos teriam movimentado milhões em contratos de obras públicas e na compra de materiais e locação de máquinas, a serem utilizadas na realização de obras prorrogadas indefinidamente sem justificativas plausíveis.

O nome da operação faz referência a uma expressão em latim, utilizada como lema do corpo de fuzileiros navais americanos que significa “Aqui estamos”, refletindo o permanente estado de prontificação para a missão.

COMPARTILHAR