Prêmio Culturas Populares aceita inscrições até sexta (6)

108

Este ano será investido o valor recode de R$ 10 milhões em 500 iniciativas. Podem se cadastrar produtores de cordel, quadrilha, maracatu, jongo e bumba-meu-boi, por exemplo

Os interessados têm até a próxima sexta-feira (6) para inscrever seus projetos na 6ª edição do Prêmio Culturas Populares, a maior premiação da cultura popular realizada pelo Ministério da Cultura (MinC) em termos de valores e número de premiados. O investimento para 2018, de R$ 10 milhões, é recorde e beneficiará 500 iniciativas.

Os produtores de cordel, quadrilha, maracatu, jongo e bumba-meu-boi, por exemplo, podem se cadastrar no site oficial da premiação. Serão R$ 20 mil para cada premiado. O grau de intercâmbio de saberes e fazeres da cultura popular, assim como a capacidade de perpetuação e preservação dessas atividades tradicionais, são alguns dos critérios que serão avaliados.

A homenageada do ano é a cantora pernambucana Selma Ferreira da Silva, a Selma do Coco, falecida em 2015.

Histórico

Foram 9 mil inscrições e R$ 18,7 milhões distribuídos a 1545 mestres, grupos e entidades sem fins lucrativos em cinco edições do Prêmio Culturas Populares. Garantindo a distribuição democrática dos recursos, em 2018 serão 100 prêmios para cada região. Se uma das regiões não atingir o total de vagas existentes, as restantes serão redistribuídas entre as demais.

COMPARTILHAR