PTB anuncia apoio a Bolsonaro; PSOL fica com Haddad

319
Foto: Reprodução Internet

Bolsonaro é a opção para pacificar e unir o país, diz nota do partido

Depois de reunião da executiva nacional do PTB, em Brasília, o presidente da legenda, Roberto Jefferson, anunciou hoje (9) que apoiará a candidatura do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Em nota, ele afirma que Bolsonaro é a opção para a pacificação e a união do Brasil.

“Acreditamos que Jair Bolsonaro trabalhará para que o nosso país volte aos trilhos do desenvolvimento social e econômico, e pela pacificação e união do povo brasileiro”.

De acordo com Jefferson, a decisão foi tomada após consultas aos integrantes da Executiva Nacional do PTB.

“O PTB acredita que as propostas de Bolsonaro visam a um Brasil com mais empregos e melhoria de renda aos trabalhadores; com menos impostos e menos gastos públicos; e que respeite nossos municípios e nossas crianças, proporcionando a elas educação de verdade e com qualidade. Dentre outros, são projetos que objetivam um país eficiente e competitivo”, destacou em nota.

No Congresso Nacional, o PTB perdeu nomes tradicionais, que não conseguiram se reeleger como Cristiane Brasil (RJ), filha de Roberto Jefferson, Jovair Arantes (GO) e Nelson Marquezelli (SP). Todos eles tentaram a reeleição na Câmara sem sucesso. O partido conseguiu eleger nove deputados para a próxima legislatura.

PSOL apoiará Haddad

O candidato do PSOL, Guilherme Boulos, afirmou hoje (9) que o partido vai apoiar a candidatura do PT à Presidência da República, Fernando Haddad. Nas redes sociais, ele disse ter formalizado o apoio durante encontro com o petista, e apelou para que as pessoas não se deixem desanimar em defesa dos “direitos e sonhos”.

“Quando eu nasci, o Brasil estava sob a ditadura e eu vou lutar com todas as minhas forças para que minhas filhas não cresçam em outra”, afirmou Boulous, lembrando que o período militar foi “sombrio” e “não de lutas”.

Boulos afirmou que, mesmo sem sair vitorioso no primeiro turno, foi um esforço positivo. “Agradecemos a todos que depositaram seus sonhos nas urnas votando 50. Agora, estaremos nas ruas para derrotar o fascismo e eleger quem representa a democracia no segundo turno: Fernando Haddad”.

Nas redes sociais, o PSOL faz campanha contra o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro. O slogan utilizado é: “No 2º turno o PSOL defende o voto em Haddad e Manuela [d’Ávila, vice na chapa do PT]”.

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br

COMPARTILHAR