Regina Casé e Globo são condenadas por exibir criança com câncer sem autorização

134
Foto: Reprodução Internet

A condenação foi pela 1ª Vara Cível de São Paulo e eles devem indenizar Vanderlei Velozo Miranda e Roseli Cristina da Silva Miranda, pais de Guilherme, de oito anos, falecido em 2015. A apresentadora exibiu uma reportagem com a criança no “Esquenta”, da emissora carioca, sem autorização dos responsáveis.

De acordo com o “Uol”, o menino, que possuía um tumor cerebral, aparecia na brinquedoteca de um hospital na ocasião. “A indenização será calculada levando-se em consideração diversos fatores, sendo os principais: o tempo de exibição fixado em 12 minutos aproximadamente e os lucros obtidos pela emissora no período de exibição”, declarou Alexandre Damaceno, advogado da família.

E destacou: “O valor somente será conhecido após perícia contábil determinada em sentença”.

Vanderlei pede na ação R$ 3,9 milhões de indenização por danos de imagem. “Como sempre defendido pela família, não houve autorização para a realização da entrevista, tampouco para exibição no programa e isso ficou devidamente comprovado no processo judicial”, ressaltou o profissional.

Guilherme, infelizmente, faleceu cinco dias após a reportagem veiculada pelo canal.

COMPARTILHAR