Riachão do Jacuípe: Carol Silva, a “Loira do Forró”, é atração no São João

389
Cantora Carol Silva

Neta e com irmão e irmã mais velhos músicos, a arte entrou na vida desta jacuipense muito cedo. Ainda criança, já mostrava que o futuro seria no meio artístico. Assim é Caroline (carolaine) Silva Carneiro, ou Carol Silva, uma das revelações da fértil terra de músicos, cantores, cantoras e artistas de variados estilos da Região da Bacia do Jacuípe, onde fica Riachão do Jacuípe a 193 km de Salvador, praça que ferve o forró os 365 dias no ano.

Em casa, cantava e dançava dando sinais que o caminho seria nos palcos, quem sabe na música quando ouvia o Grupo “Manos”, dos irmãos Luís Fagundes, 12 mais velho, e Vanessa Jacques, 9, que ensaiavam para apresentações em aniversários, formaturas, casamentos e nas noites da região.

Desinibida, aos 3 anos, de surpresa, se apresentou publicamente no Show de Calouros de Tio Lio, no Ginásio de Esportes de Riachão do Jacuípe, porque uma das candidatas não conseguiu subir ao palco. Aí seria o começo que já dura quase 20 anos de shows, apresentações e participações, e hoje em carreira solo.

Alegre, carismática, versátil e eclética, canta MPB, forró e sertanejo, esse último a preferência sem descartar nenhum dos ritmos.

Quando estava com 13 anos de idade, a irmã Vanessa também cantora, causou e deixou a cidade natal para morar em Mato Grosso do Sul. Foi a primeira chance de mostrar o talento. A oportunidade foi um dos dias mais difíceis. Era a hora de cantar com no Grupo “Manos”. Considera que naquele dia passou no teste: “bateu o frio na barriga, o receio, mas não poderia deixar tudo isso atrapalhar o que pretendia na vida”. “Sabia que podia, que tinha capacidade e hoje lembro sorrindo aqueles momentos de apreensão”, diz sorrindo.

Aos 21 anos, a “Loira do Forró”, como uns fãs a chamam carinhosamente, sabe que tem muito a caminhar, aprender e dar na vida artística e concilia ensaios, apresentações e trabalho no escritório Líder Contabilidade com a finalização do curso de Ciências Contábeis na Faculdade Regional de Riachão do Jacuípe (FARJ).

Carol Silva é atração em vários eventos na Região da Bacia do Jacuípe como vaquejadas, festas de vaqueiros, réveillons, bares e shows nos palcos das principais festas de Riachão do Jacuípe, Capim Grosso, Conceição do Coité, Serrinha, Ipirá, Pintadas, Tanquinho, em Guarajuba, em Camaçari, e Feira de Santana para citar algumas.

Admira cantoras como Beyoncé, Anitta e Vanessa Da Mata apesar dos estilos diferentes, mas muito qualificadas.

Sabe que um dia vai estar nos palcos e espera representar muito bem a bela e querida Riachão do Jacuípe, jardim que floresce de artistas em várias áreas. E sonha levar longe, assim como o conterrâneo Del Feliz, o nome da terra querida para felicidade de familiares, parentes, amigos e jacuipenses e de cidades vizinhas que hoje já a acompanham e admiram a carreira de Carol Silva.

Perfil:

Religião – Deus antes de tudo.

Família – O mais importante na sociedade

Mãe – Minha base

Pai – Admirador

Irmãos – Alegrias

Esporte – Ciclismo / Dança

Outra profissão – Contadora

Cidade – Minha Riachão do Jacuípe

Cor – Rosa

Livro – Didáticos

Roupa – Vestido longo

O que dificilmente faria – Deixar de respeitar o outro

Filme – Homens de Honra com Robert De Niro

Música – #partiu pra outra (composição Jurandir)

Indispensável – Música

Agenda no São João:

22/06 – 03h – Alvorada do São João de Riachão (saída Praça da Matriz)

23/06 – 14h às 17h (Forró Familiar)

21h às 23h (Forró de Riachão do Jacuípe / Praça Landulfo Alves)

30/06 – 16h às 19h – Evento Particular

20h às 21h30 – Moinho Santo Antônio (em favor da Apae)

COMPARTILHAR