Roubos de veículos tem redução de 14% no primeiro semestre

76

Os roubos a veículos em Salvador neste primeiro semestre do ano tiveram uma redução de 14% em relação ao mesmo período do ano passado. Dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) refletem uma diminuição mais expressiva na Área Integrada de Segurança Pública da Boca do Rio, formada pelos bairros da Boca do Rio, Pituaçu, Stiep, Costa Azul e Jardim Armação, com 34,2%.

De 1º de janeiro a 30 de junho de 2016 foram contabilizados 3.102 delitos contra 3.631 em 2015, uma diferença de menos 529 roubos a veículos. Só no mês de junho aconteceram 87 casos a menos do que em 2015, ou seja, -15,2% em comparação ao mesmo mês do último ano.

Veículos 01A Aisp/Nordeste de Amaralina, da qual fazem parte Chapada do Rio Vermelho, Santa Cruz, Nordeste, Vale das Pedrinhas e Amaralina e onde funcionam três Bases Comunitárias de Segurança (BCS), não houve registro de roubo de carros.

A ampliação das ações de prevenção e combate a esta modalidade criminosa, promovidas conjuntamente pelas policias Civil e Militar, contribuiu decisivamente para a redução de furtos e roubos de veículo e para inibir a atuação de receptadores e de ‘casas de desmanches’.

Os policiais costumam estudar os índices criminais e identificar horários e locais em que mais ocorrem a subtração de veículos, segundo afirmou o comandante da Operação Apolo, major PM André Pereira Borges, acrescentando que este tipo de crime ocorre principalmente durante a noite, entre 18 e 22 horas. “Após análise dos números, são montados Postos de Controle de Trânsitos (Pctran) em regiões estratégicas para abordar os veículos suspeitos”, explicou.

O titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), delegado Dermeval Amoedo Júnior, comemorou o resultado da extinção de 13 desmanches concentrados na Avenida Suburbana. “Em apenas 16 meses de investigação, conseguimos alcançar os chefes dessas unidades e desarticular quadrilhas especializadas em furtos e roubos de automóveis”, lembrando que os ladrões, após o roubo, anunciavam as peças dos veículos em sites especializadas de compra e venda.

O cidadão que teve o veículo resgatado pode se dirigir à delegacia com o Certificado de Registro de Veículo (CRV), Boletim de Ocorrência (BO) e documento de identificação com foto para reavê-lo.

A Polícia Civil, através do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), convocou pelo Diário Oficial do Estado, 56 proprietários de carros furtados ou roubados recuperados, para reavê-los até o dia 19 de julho, terça-feira próxima. Mais detalhes no site: diarios.egba.ba.gov.br/html/DO09/DO_frm0.html.

COMPARTILHAR