Salvador: Prefeitura ignora greve e diz que órgãos funcionam amanhã (28)

192

A Prefeitura de Salvador informou, por meio de Secretaria de Comunicação Social, que as escolas e órgãos públicos da administração municipal irão funcionar nesta segunda-feira (28), já que haverá ônibus circulando na cidade, desconhecendo que falta gasolina, etanol e diesel para atender a população. Segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), a expectativa é que 80% da frota de ônibus esteja em operação nos horários de maior movimentação.

A nota sequer cita o prefeito ACM Neto.

Desde a última sexta-feira, a demanda de ônibus tem sido monitorada em tempo real pela Semob, numa estratégia adotada para que Salvador não fique sem transporte coletivo caso a greve dos caminhoneiros não chegue a um fim até a próxima quarta (30). Ou seja, quando maior a demanda, mais ônibus circulam, e vice-versa.

Os veículos oficiais da Prefeitura e de prestadores de serviço do município, sobretudo aqueles prioritários, como ambulâncias do Samu, veículos de limpeza, da Defesa Civil, da área de manutenção e da Transalvador, foram abastecidos neste final de semana, embora não em sua totalidade, para que haja economia no uso do combustível. Para as ambulâncias, existe reserva de combustível até quarta (30).

Cada secretaria e órgão da administração, em caso de continuidade da greve dos caminhoneiros, terá que montar um plano de operação a partir desta segunda, sob a supervisão da Secretaria Municipal de Gestão (Semge). O prefeito se reúne novamente com sua equipe nesta segunda para reavaliar a situação de cada estrutura.

Rondas – A Transalvador está realizando rondas por toda a cidade, dando atenção especial onde há postos de combustíveis, a fim de minimizar os impactos causados no trânsito pelos veículos que estão nas filas. Nos pontos onde há registro de interferência no tráfego, como na região da Rodoviária, a Transalvador está monitorando estas localidades, para realizar qualquer intervenção que se faça necessária o mais rápido possível e liberar as vias novamente.

COMPARTILHAR