quinta-feira , 29 junho 2017
Home / Destaque / Senadora que é ré na Lava Jato preside o PT

Senadora que é ré na Lava Jato preside o PT

O PT elegeu no sábado (3) a senadora Gleisi Hoffmann (PR) para presidir o partido pelos próximos dois anos. Gleisi obteve 367 dos 593 votos. A eleição foi realizada no 6° Congresso Nacional do partido com a participação de delegados de todo o país.

Gleisi concorreu com o também senador Lindbergh Faria (RJ) que ficou com 226 votos e com o militante José de Oliveira que não obteve votos. A eleita substitui Rui Falcão no comando do partido.

Em discurso após o anúncio do resultado da votação, Gleisi disse que assume uma grande responsabilidade à frente da sigla e que as adversidades dão mais força ao PT.

“Vamos estar juntos nessa caminhada pela unidade e pela força do PT. Esse congresso mostrou que as adversidades não vão nos deixar parados no caminho, pelo contrário, temos garra para enfrentar tudo que esta aí e para propor coisas boas ao Brasil”, disse.

A candidatura da senadora pela Corrente Construindo um Novo Brasil teve o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que participou na sexta (2) da abertura do congresso e acompanhou o discurso de vitória de Gleisi.

Alvo de processo na Lava Jato A senadora é ré no STF (Supremo Tribunal Federal) desde setembro do ano passado, quando os ministros da 2ª Turma aceitaram a denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República) acusando Gleisi e o marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, de receberem de forma ilegal R$ 1 milhão para a campanha dela ao Senado em 2010.

Segundo a PGR, o dinheiro teria origem no esquema do chamado Petrolão, investigado pela Operação Lava Jato, e teria sido repassado à campanha com o objetivo de manter no cargo o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, hoje um dos principais delatores do esquema de corrupção na estatal.

Veja Também

Delator Joesley é internado em São Paulo

O empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, está internado no Hospital Albert Einstein, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *