Sindpoc denuncia delegado-corregedor por “abuso de autoridade” e prisão ilegal

222
Foto: Ascom Sindpoc

O presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes, afirma que irá protocolar um ofício junto ao Ministério Público Estadual com o objetivo de denunciar o abuso cometido pelo Delegado-corregedor.

Lopes esclarece que qualquer cidadão que utilizar um carro sem placa, consiste em infração administrativa, que prevê punição de retenção e apreensão do veículo. Para o sindicalista, a prisão do servidor foi ilegal, contrariou os princípios do direito brasileiro e expôs a imagem do servidor. “O Sindipoc solicita que seja feita a remoção do servidor por falta de competência técnica”, destaca Lopes.

A liderança sindical afirma que o sindicato não irá mais tolerar arbitrariedades praticadas pela Corregedoria. Para o sindicalista, o órgão deve atuar a partir do seu caráter corretivo e de prevenção aos atos infracionais. ” Esse fato gerou um clima de insegurança jurídica e de revolta na categoria. A Corregedoria deve punir, de forma correta, os policiais que cometeram algum deslize jurídico, de acordo com os princípios da Lei.  Mas não iremos aceitar perseguição do órgão à categoria. Exigimos dignidade, respeito e valorização!”, garante Eustácio Lopes.

Fonte: Ascom Sindpoc

COMPARTILHAR