Situação delicada já irrita torcida e jogadores do Bahia

15

Depois de apenas empatar com o lanterna Sampaio Corrêa por 0 a 0, no sábado, (16), o elenco do Bahia terá uma semana inteira de treinamentos, antes de enfrentar o Luverdense, na Fonte Nova, no próximo sábado (23).

Nesta segunda-feira (18), o grupo treina os dois turnos no Fazendão: às 08h30 e 15h. De amanhã até sexta-feira, o técnico Guto Ferreira programou apenas um turno de treinamento.

Antes de jogar em São Luís, o Bahia treinou por 10 dias, mas não conseguiu se impor diante de uma equipe fragilizada e somente não perdeu porque os maranhenses desperdiçaram uma penalidade no fim da partida.

Bahia TorcidaA incômoda 10ª posição na Série B com 21 pontos a 8 do G4 preocupa diretoria, jogadores e a torcida que cobra atitude o presidente Marcelo Sant’Anna, que foi eleito como esperança por ser jovem e, por enquanto, está deixando a desejar. Com ele, o Bahia não subiu para o Brasileiro em 2015 e este ano perdeu o Campeonato Baiano.

Nos últimos 15 pontos disputados, o Bahia ganhou apenas 4 – uma vitória, um empate e três derrotas – campanha que pode ser considerada como de disputar rebaixamento para a 3ª divisão.

Nem mesmo a demissão do técnico Doriva e a chegada de Guto Ferreira mudaram o comportamento do elenco que oscila em demasia em campo e não consegue marcar pontos importantes para a classificação ao Brasileiro 2017.

O atacante Hernane acha que falta companheiro entre os jogadores. “Acho que não dá para falar só de trabalhar. Nossa equipe está errando. E não é tática, não é técnico. Não falta raça. Falta companheirismo. Chegamos na frente do gol e não tocamos para o companheiro melhor colocado. Preferimos chutar e fizemos a escolha errada” – reclamou o artilheiro em entrevista para a rádio Metrópole, de Salvador.

A torcida tem se manifestado, pedido atitude do presidente e ameaça com protestos pela má campanha do Bahia.

COMPARTILHAR