STF inicia julgamento sobre contas de Cunha na Suíça

32

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou na tarde desta quarta-feira (22) o julgamento sobre a segunda denúncia oferecida contra o presidente afastado da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na Lava Jato. O inquérito investiga se o peemedebista manteve contas na Suíça abastecidas com propina desviada da Petrobras.

Cunha 04Se a denúncia for aceita, Cunha passará a responder como réu em mais este procedimento. A reportagem apurou que os ministros devem abrir a segunda ação penal contra o parlamentar por unanimidade. Mas podem travar um debate sobre questões mais técnicas relativas aos acordos de cooperação internacional que têm sido fechados pela Procuradoria-Geral da República.

A mulher do peemedebista, Cláudia Cruz, já responde como ré no mesmo caso, em ação que tramita na primeira instância e está sob a condução do juiz Sérgio Moro. A sessão desta quarta-feira começará com o julgamento de um recurso no qual ela pede para ser julgada junto a Cunha, no Supremo, e não na primeira instância.

A denúncia contra o peemedebista neste caso foi oferecida ao STF pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em março. O parlamentar é acusado da prática dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

COMPARTILHAR