Vitória goleia a Chapecoense e pula para 12º

14

kieza-02Uma bela exibição no primeiro tempo e um jogo inteligente no segundo. Assim, o Vitória goleou a Chapecoense, por 4 x 1, no sábado (1º) à tarde, na Arena Condá, em Chapecó (SC) e pulou para a 12ª colocação no Brasileiro. O rubro-negro volta a jogar quarta-feira (5) contra o Grêmio na Fonte Nova, às 19h30.

A goleada foi definida no primeiro tempo: Zé Love, duas vezes, Marcelo e Kieza balançaram a rede para o rubro-negro. Na etapa complementar, Tiaguinho descontou.

Surpreendente, o rubro-negro procurou atacar e se deu bem. Com 8 minutos, Zé Love concluiu na área cruzamento rasteiro de Marinho e abriu o marcador.

Quem esperava que o Vitória recuasse com o gol, enganou-se. O time manteve-se no ataque, e foi construindo o confortável placar de 4 a 0 que levou um bom número de torcida adversária a abandonar o estádio.

Marcelo ampliou de cabeça em mais uma assistência de Marinho cobrando falta e marcou 2 a 0, aos 15 minutos.

Comandando as ações, controlando o adversário com uma marcação perfeita, o Vitória voltou a balançar a rede aos 25 minutos e novamente com Zé Love. O atacante recebeu a assistência de Kieza e bateu de três dedos, de dentro da área, para colocar a bola no ângulo superior esquerdo do goleiro Marcelo Bocker.

argel-fucks-04Inspirado e arrasador, o Vitória não abriu mão da postura ofensiva e a forte marcação. Desta forma, aos 39 minutos, o goleador Kieza – 8 gols – voltou a marcar depois de longo jejum. Ele recebeu o passe de Marinho na área, ajeitou, finalizou e bola entrou depois de bater no zagueiro.

Na etapa final, o Vitória foi inteligente. Com 4 x 0 no placar, esperou o adversário, e nos contragolpes teve oportunidades de marcar o quinto gol, mas sofreu um. Tiaguinho na área finalizou um cruzamento de Gil e marcou o gol de honra da Chapecoense, que pela primeira vez desde que joga o Brasileiro da Série A, sofreu uma goleada na Arena Condá.

O Vitória, por sua vez, emplacou dois triunfos seguidos fora de casa – ganhou de 1 a 0 do Inter RS em Porto Alegre na estreia de Argel Fucks – e o terceiro em quatro jogos sob comando do novo treinador.

COMPARTILHAR