Petrobras aumenta preço da gasolina nas refinarias

476

Em termos percentuais, o combustível teve um aumento de 7,6% desde o último reajuste no fim do ano passado

A Petrobras vai aumentar o preço médio da gasolina nas refinarias nesta terça-feira, 19/1. A estatal divulgou nesta segunda-feira reajuste de R$ 0,15, passando para R$ 1,98 por litro o preço de venda.  Já o valor do diesel não foi alterado.

O reajuste sobre a gasolina anunciado nesta segunda-feira é a primeira alta neste ano. Em termos percentuais, o combustível teve um aumento de 7,6% desde o último reajuste no fim do ano passado. Naquela data, dia 29 de dezembro, a Petrobras tinha estabelecido uma alta de R$ 1,84, quando o combustível havia sofrido aumento de 5%.

A estatal ressaltou que os reajustes praticados têm como referência os preços de paridade de importação e, desta maneira, acompanham as variações do valor do produto no mercado internacional e da taxa de câmbio, para cima e para baixo.

Em nota, eles informam que, em 2020, o preço médio da gasolina comercializada pela Petrobras atingiu mínimo de R$ 0,91 por litro.

O repasse do reajuste nas refinarias é diferente do preço da gasolina vendida na bomba do posto revendedor. Isso porque até chegar aos consumidores finais são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, além das margens brutas das companhias distribuidoras e dos próprios postos revendedores de combustíveis.

Na primeira semana do ano, o valor médio da gasolina para o consumidor esteve em R$ 4,62, segundo ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). A análise levou em conta as 13 principais capitais do país, entre elas dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, entre outras.

Já na última semana de 2020, o valor médio do combustível era de R$ 4,58. Desta forma, de dezembro para janeiro, o consumidor final viu a alta refletir no bolso.

Embora tenha sido registrado esse aumento, a Petrobras disse que a participação dos preços de realização da Petrobras na composição de preços ao consumidor de gasolina caiu de 31% para 29%. Além disso, segundo dados do Global Petrol Prices divulgados no dia 11, o preço médio ao consumidor de gasolina no Brasil era o 52º mais barato dentre 165 pesquisados, estando 21,6% abaixo da média de US$ 1,05 por litro.

COMPARTILHAR