Aeroportos baianos perdem passageiros

417

O aeroporto de Salvador, que acaba de ser concedido para o grupo francês Vinci Airport, recebeu nos dois primeiros meses do ano 1.377.610 passageiros, o que representa uma queda de 17% em relação a igual período de 2016 (1.659.694). Com este resultado, o terminal baiano acabou sendo ultrapassado em movimentação pelos aeroportos de Viracopos, em Campinas (SP), e Santos Dumont, no Rio, e ocupa agora o 8º lugar no ranking nacional. Já em Porto Seguro os embarques e desembarques somaram, no primeiro bimestre do ano, 327.067 passageiros, contra 350.046 de igual período do ano passado, numa redução de 6,56%.Em Ilhéus também houve queda: 5,75%.

Esses e outros dados podem ser consultados no Sistema Hórus (http://www.transportes.gov.br/horus/) – um banco de dados importante, recém-lançado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e que contém informações de movimentação e infraestrutura de 303 aeroportos em operação no Brasil.

No site, é possível consultar ainda as condições climáticas dos aeroportos em tempo real, tipos e quantidade de rotas em operação, movimentação de cargas, dentre outros indicadores.

No ano passado o aeroporto de Feira de Santana recebeu 106 aeronaves, quatro vezes menos em relação a 2015 (418 aviões). Já o de Lençóis, na Chapada Diamantina, na mesma base de comparação, atraiu 18.738 passageiros – 6.452 a mais. Um dado curioso: passaram pelo aeródromo de Irecê, durante todo o ano passado, somente 22 passageiros.

COMPARTILHAR