Agricultor pode registrar tratores e máquinas agrícolas gratuitamente

331
Foto Ilustrativa

Pelo ID Agro, será possível gerar um documento oficial que permite a uniformização das informações e o rastreio dos veículos e aparelhos automotores

O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) lançou a ID Agro (Plataforma Digital de Registro e Gestão de Tratores e Equipamentos Agrícolas), que permitirá o registro oficial de tratores e equipamentos agrícolas, sem custo para o produtor rural. O sistema foi desenvolvido em parceria entre a Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Mapa e o ICNA (Instituto CNA).

“São ferramentas como esta, simples, sem custo para o agricultor, mas de grande valia, que queremos ter cada vez mais em nossa agricultura, porque é isso que precisamos”, afirma a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

O registro permitirá o trânsito de veículos em vias públicas, sem necessidade de licenciamento e emplacamento, além de facilitar a comercialização de tratores usados, o acesso ao crédito e as ações de segurança em relação a roubos e furtos.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, lembrou que o sistema foi implementado rapidamente pelo Mapa e pela CNA, para adequar os equipamentos agrícolas à legislação de trânsito do Brasil. “São ferramentas como esta, simples, sem custo para o agricultor, mas de grande valia, que queremos ter cada vez mais em nossa agricultura, porque é isso que precisamos”.

O secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Mapa, Fernando Camargo, disse que o lançamento atende a uma aspiração histórica dos produtores rurais. “Eles terão a carteira de identidade de seus equipamentos e vão poder transitar nas vias públicas sem ter o risco de ter uma multa”, afirma.

O vice-presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) e deputado federal José Mário Schreiner destacou que o registro dos tratores e máquinas agrícolas terá custo zero, permitindo ao produtor usar os recursos que gastaria para fazer o registro em investimentos na propriedade, como compras de melhores sementes e insumos. “O que estamos fazendo hoje é o dinheiro no bolso do produtor”.

Trânsito

Pelo ID Agro, será possível gerar um documento oficial, com fé pública, permitindo a uniformização das informações e rastreio dos tratores e aparelhos automotores. O Renagro (Registro Nacional de Máquinas Agrícolas) dará maior tranquilidade para produtores quando transitarem com o veículo em via pública.

O documento Renagro será equivalente ao CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) dos demais. Caso o trator ou outra máquina agrícola esteja transitando em via pública e não tenha o registro do Mapa, estará sujeito às mesmas medidas administrativas aplicadas aos veículos de passeio que transitam sem o CRLV.

Registro

Para fazer o registro, é necessário ter cadastro no aplicativo ID Agro, inserindo dados pessoais; ter a nota fiscal; e procurar uma agência autorizada da marca do bem. Somente as agências autorizadas poderão fazer o registro. A concessionária analisará os documentos originais do proprietário, a nota fiscal e a numeração do chassi ou de série. O registro pode ser feito tanto para equipamentos novos como para usados.

De acordo com o IBGE (Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2017, existem 1.229.907 tratores em 734.280 estabelecimentos agropecuários no Brasil. Dessas propriedades, 14,5% possui pelo menos um trator. A Anfavea (Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores) estima que sejam adquiridos aproximadamente 35 mil novos tratores a cada ano no Brasil.

Fonte: gov.br

COMPARTILHAR