Auxílio emergencial vai ser prorrogado até dezembro com valor menor

642

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira, 1°/09, que vai renovar o auxílio emergencial até o fim do ano, agora em quatro parcelas de R$ 300. Depois de reunião com líderes do governo no Congresso, o presidente disse que vai estender o benefício através de Medida Provisória.

“O valor de R$ 600 é muito para quem paga e não é um valor suficiente para todas as necessidades, mas basicamente atende. Esse valor é um pouco superior a 50% do valor do Bolsa Família”, afirmou Bolsonaro.

Ao lado do ministro Paulo Guedes, Bolsonaro disse que a decisão foi ao encontro do que o Ministério da Economia pediu a ele, numa clara intenção de controlar os gastos públicos com o benefício emergencial.

Agora, a MP precisa de aval do Congresso. Bolsonaro poderia prorrogar por mais três meses o auxílio sem a necessidade de aval do Congresso, mas como houve alteração no valor do benefício e o governo optou por uma MP, Câmara e Senado terão de votar o novo texto nos próximos 45 dias.

COMPARTILHAR