Bahia ganha com gol no fim e coloca o Botafogo no Z4

84

Tricolor se afasta e coloca Botafogo na 17º colocação abrindo a zona de rebaixamento

Em jogo com arbitragem polêmica, o Bahia venceu o Botafogo por 1 a 0, neste domingo, 8/11, na Fonte Nova, se afastou um pouco do Z4 e empurrou o adversário na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Rodriguinho, de pênalti, marcou o gol da vitória do Tricolor no último lance da partida.

Com o resultado, o Botafogo manteve os 20 pontos e é o atual 17º colocado na tabela do Brasileiro, o primeiro time abrindo o Z-4. O Bahia chegou aos 22 pontos e pulou para 14º posição na tabela. O Glorioso volta aos gramados na próxima segunda-feira, 16, em outro confronto direto. O Alvinegro encara o Bragantino, às 20h, no Nilton Santos.

A partida começou sonolenta nos primeiros 20 minutos de jogo, com as equipes trocando passes na defesa e no meio-campo, sem muito agressividade. A primeira oportunidade foi do Bahia. Aos 24 minutos, Elias arriscou um chute forte de fora da área e a bola passou raspando a trave de Saulo. A resposta alvinegra foi imediata. Aos 25, a bola sobrou para Bruno Nazário, que tabelou com Babi, e chutou rasteiro assustando o goleiro Douglas. Aos 29, Gregore fez boa jogada individual na ponta esquerda e toca para Élber. O atacante chutou sem ângulo e Saulo defendeu.

VAR salva Saulo

O Bahia estava mais organizado no fim do primeiro tempo e ensaiou uma pressão. Aos 37, após cobrança de escanteio de Juninho Capixaba, Lucas Fonseca apareceu para cabecear e obrigou Saulo a espalmar para evitar o gol dos donos da casa. Aos 43, Nino Paraíba dividiu no meio-campo, roubou a bola e lançou Fessin na esquerda. O atacante chutou, a bola rebateu na zaga do Botafogo e voltou para o camisa 70. Fessin cabeceou fraco no rebote, mas o goleiro Saulo aceitou e acabou levando um frango. Na revisão do lance, o VAR anulou o gol por falta de Nino Paraíba na origem da jogada e salvou o Botafogo.

O Bahia voltou melhor após o intervalo, com uma postura mais ofensiva, mas ainda tinha dificuldades de criar chances claras para finalizar. Por outro lado, o Botafogo tentava explorar os contra-ataques e se defendia. Aos 20 minutos, em boa jogada de Rodriguinho, a bola sobrou para Nino Paraíba. O lateral chutou fraco da entrada da área e Saulo defendeu. Aos 32, Nino Paraíba chegou na linha de fundo e cruzou, mas Kanu se antecipou e salvou de cabeça. Flávio Tênius fez mudanças no Glorioso e promoveu a entrada de Kalou no time. Aos 34, o marfinense ligou um contra-ataque para o Alvinegro, deixou Davi Araújo na cara do gol, mas o jovem atacante parou no goleiro Douglas. O time de Salvador voltou a assustar. Aos 36, Gilberto deu um chute forte de fora da área e a bola passou raspando a trave de Saulo.

No último lance da partida, aos 49 minutos, Gilberto chutou de fora da área, a bola desviou no joelho e, logo em seguida, no braço de Marcelo Benevenuto. O árbitro de campo Jefferson Ferreira de Moraes marcou pênalti, mas o árbitro de vídeo o chamou para rever o lance. Após a revisão do VAR, a penalidade foi mantida e Rodriguinho cobrou bem para dar a vitória ao Bahia.

Ficha Técnica

Bahia 0 x 1 Botafogo

Data/Hora: 08 de novembro de 2020 / 18h15

Local: Fonte Nova, em salvador (BA)

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

Assistentes: Fabrício da Silva (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Árbitro de vídeo: Wagner Reway (PB)

Gramado: Bom

Cartão amarelo: Matheus Babi, Marcelo Benevenuto (BOT) Gregore, Elias (BAH)

Gol: Rodriguinho 49′ 2ºT (1-0)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Anderson Martins e Juninho; Gregore, Elias e Daniel (Gilberto, 14′ 2ºT); Fessin (Alesson, 31′ 2ºT), Élber (Marco Antônio, 23′ 2ºT) e Rossi (Rodriguinho, 14′ 2ºT). Técnico: Mano Menezes

Botafogo: Saulo; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Zé Welison (Luiz Otávio, 25′ 2ºT), Caio Alexandre e Bruno Nazário; Kelvin (Kalou, 25′ 2ºT), Guilherme (Davi Araújo, 13′ 1ºT ((Éder Bessa, 35′ 2ºT)) e Matheus Babi. Técnico: Flávio Tênius.

COMPARTILHAR