Baianinho: Alagoinhas Atlético é campeão pela primeira vez

234

Foi a terceira tentativa na história dos 51 anos do clube cujo nome é Alagoinhas Atlético Clube. Antes foi em 1973 e em 2020

O Campeonato Baiano – tão desgastado por gestões terríveis na FBF (Federação Bahiana do Fracasso) tem o 4° campeão do interior. Alagoinhas Atlético Clube, conhecido por Atlético de Alagoinhas, ganhou o título estadual pela primeira vez na ao vencer o Bahia de Feira por 3 a 2, de virada, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana, pelo segundo jogo da final.

O zagueiro Iran marcou contra abrindo o placar e Marcone Pelé fizeram para os donos da casa, mas o mesmo zagueiro empatou, Ronan virou e Dionísio ampliou para a equipe de Alagoinhas. Campeão em 2011, o Tricolor feirense volta a perder uma decisão do Baiano após 2019.

A competição foi bancada pelo Governo da Bahia que gastou R$ 12 milhões, inclusive depois de décadas as equipes recebem premiação.

É a quarta equipe do Interior campeã do estadual: Fluminense de Feira (1963 e 1969), Colo-Colo (2006), Bahia de Feira (2011) e agora do Alagoinhas Atlético Clube (2021).

Agora, o novo campeão baiano volta as atenções para a estreia na Série D do Brasileiro. No dia 6 de junho, um domingo, às 16h, o Carcará estreia contra o ASA, em Arapiraca, pela primeira rodada do Grupo A4. Integrante da mesma chave, o Tremendão começa a competição nacional recebendo o Sergipe, no dia anterior, 5, também às 16h, na Arena Cajueiro.

Ficha Técnica

Bahia de Feira 2 x 3 Atlético de Alagoinhas

Campeonato Baiano – Final – 2º jogo

Local: Arena Cajueiro, em Feira de Santana

Data: 23/5/2021

Horário: 16h

Árbitro: Marielson Alves Silva

Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Jucimar dos Santos Dias

VAR: Diego Pombo Lopez

Cartões amarelos: Wesley, Jarbas, Diones, Marcone Pelé, Pedro Neto (Bahia de Feira) / Miller, Dionísio, Jerry(Atlético de Alagoinhas)

Cartão vermelho: Gilmar (Atlético de Alagoinhas)

Gols: Iran contra, Marcone Pelé (Bahia de Feira) / Iran, Ronan, Dionísio (Atlético de Alagoinhas)

Bahia de Feira: Jean; Jarbas, Eduardo (Adriano), Wesley e Cazumbá; Victor Salvador (Ricardo), Diones e Bruninho (Hugo Freitas); Pedro Neto (Tico), Thiaguinho e Deon (Marcone Pelé). Técnico: Oliveira Canindé.

Atlético de Alagoinhas: Fábio Lima; Edson, Iran, Bremer e Radar (Paulinho); Gilmar, Kaefer, Dionísio e Miller (Jerry); Vitinho e Ronan. Técnico: Sérgio Araújo.

COMPARTILHAR