Baianinho: Decisão inédita vai ter duas equipes do interior

204
Foto Ilustrativa

Pela primeira vez em 116 anos, o Campeonato Baiano vai ter uma decisão reunindo apenas clubes do interior do estado. Na quarta-feira, 12/5, Bahia de Feira e Atlético de Alagoinhas se classificaram à final histórica ao eliminarem, respectivamente, Bahia e Juazeirense na semifinal.

Com a equipe principal priorizando as Copas do Nordeste (onde foi campeão), do Brasil e Sul-Americana, o Bahia disputou o Estadual com o time de transição. O Tricolor buscava o primeiro tetracampeonato baiano do clube desde 1984, mas acabou frustrado pelo Bahia de Feira de Santana, que atuou em casa e venceu por 3 a 0 na Arena Cajueiro. É a primeira vez desde 2011 que o Esquadrão de Aço fica fora da decisão regional. Na ocasião, curiosamente, o título foi conquistado justamente pelo Tremendão, superando o Vitória.

No outro jogo, o Atlético, de Alagoinhas, foi derrotado por 1 a 0 pela Juazeirense no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, gol do meia Kesley. Como o primeiro jogo, no domingo passado, teve vitória do clube de Alagoinhas por 2 a 1 no estádio Antônio Carneiro, o Carneirão, a decisão foi para os pênaltis. O goleiro Fábio defendeu três cobranças e assegurou a vitória atleticana por 3 a 2. É a segunda vez seguida que o Carcará chega à decisão. No ano passado, a equipe perdeu o título para o Bahia, também nas penalidades.

As datas e horários dos jogos de ida e volta da final serão anunciados pela FBF (Federação Baiana do Fracasso). O primeiro jogo será no Carneirão, enquanto o segundo está previsto para a Arena Cajueiro.

Fonte: Agência Brasil

COMPARTILHAR