Bilionário voa para espaço em 1º teste totalmente tripulado

184

O bilionário britânico Richard Branson voou neste domingo, 11/7, mais de 80 quilômetros acima do deserto do Novo México a bordo da espaçonave Virgin Galactic e voltou com segurança no primeiro teste com a nave totalmente tripulada no espaço, um marco simbólico para o projeto que ele iniciou há 17 anos.

Branson, um dos seis tripulantes da Virgin Galactic Holding presentes no voo, elogiou a missão como pioneira nesta nova era do turismo espacial, com a empresa que ele fundou se dizendo pronta para iniciar as operações comerciais no ano que vem.

O sucesso da empreitada também deu ao extravagante bilionário o direito de se gabar em uma rivalidade que ganhou grande atenção do público entre ele e o também bilionário Jeff Bezos, magnata do varejo online dono da Amazon, que esperava ser o primeiro a voar para o espaço na nave da própria companhia.

O lançamento do foguete VSS Unity em alta altitude neste domingo marca o 22º vôo de teste da empresa com o sistema SpaceShipTwo e a quarta missão tripulada que vai além da atmosfera terrestre. É também o primeiro voo a transportar um conjunto completo de viajantes espaciais –dois pilotos e quatro “especialistas”, entre eles Branson.

A uma semana de seu aniversário de 71 anos, Branson e seus companheiros de missão caminharam pela pista do espaçoporto do Novo México acenando para uma multidão de curiosos antes de embarcarem no avião-foguete Unity estacionado na pista de taxiamento.

O vídeo postado pela Virgin Galactic mostrou Branson momentos antes chegando ao espaçoporto em sua bicicleta e cumprimentando seus companheiros de tripulação com um abraço.

Uma reunião festiva de executivos da indústria espacial, futuros clientes e outros simpatizantes foi realizada para testemunhar o evento de lançamento, que foi transmitido ao vivo com apresentação do figurão da TV Stephen Colbert. Entre os presentes, estava o bilionário e pioneiro da indústria espacial Elon Musk, que também é fundador da montadora de carros elétricos Tesla.

COMPARTILHAR