Bombeiro se orgulha que filho o seguiu na carreira

190
Foto: Alberto Maraux / SSP/BA

Ele pensou em ser engenheiro civil, arquiteto e entrar no ramo jurídico. O militarismo estava distante, muito distante da realidade do hoje soldado BM Joab Araújo. Mas as conversas com o pai, o cabo BM Jairo Mota, sobre as ocorrências atendidas no CMBA (Corpo de Bombeiros Militar da Bahia), incentivaram o rapaz a prestar o concurso público já nos últimos dias de inscrição. Sem muita esperança ele foi aprovado e, em 2018, ingressou na corporação.

“Hoje estou muito orgulhoso da escolha que fiz e agradeço a ele cada incentivo e a paciência que teve comigo enquanto eu ainda estava irredutível para seguir a profissão. Quando comecei a trabalhar, a cada nova ocorrência percebia o tamanho da responsabilidade que estava em minhas mãos. Com isso foi surgindo um amor e uma identidade maior pela profissão”, explicou o soldado BM Joab Araújo, que hoje divide com o pai a mesma unidade de trabalho.

Os dois trocam experiências e o cabo BM Mota passa para o filho os conhecimentos que adquiriu ao longo de 15 anos sendo bombeiro militar. Eles dividem ainda amigos dentro da corporação e entre uma ocorrência e outra, ou durante a atividade burocrática, o soldado Joab Araújo escuta dos colegas elogios pela atuação do pai e se sente ainda mais satisfeito com o rumo que a vida vai tomando. “Eu encaro o CBMBA como um processo diário de aprendizagem e percebo que aqui tem espaço para comportar as diferenças”, enfatizou Joab.

Estar atuando juntos no CBMBA fortalece ainda mais os laços de amizade e de companheirismo entre pais e filho. Além do amor que nasceu e cresce a cada dia, Joab, que segue os passos do pai com responsabilidade e orgulho, já pensa em crescer ainda mais dentro da corporação.

Além do militarismo – Ser pai é dar exemplos, incentivar, brigar, apoiar exigir o melhor e Jairo e Joab seguem esse caminho. Os dois foram colegas no Ifba (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia), quando Jairo iniciou a graduação em Geografia e Joab ingressou no curso de técnico em Edificações. Lá eles trocaram muito mais que conhecimentos didáticos, mas novas amizades e ficaram ainda mais próximos com a rotina do dia-a-dia.

Fonte: Ascom / CBMBA

COMPARTILHAR