Brasil desencanta na Olimpíada na FontGol

55

Simbolo Olímpico 02A seleção brasileira de futebol masculino está classificada para a quarta de final dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A partida, em Salvador na noite de quarta-feira (10), terminou com uma goleada de 4×0 contra a Dinamarca e tirou o Brasil do jejum olímpico, já que nas partidas anteriores nenhum gol havia sido marcado.

Na Fonte Nova, nos 6 jogos de futebol na Olimpíada Rio 2016 foram marcados 27 gols, média de 4,5 por partida repetindo a Copa do Mundo quando houve diversos jogos com muitos gols e goleadas.

Palco da partida desta noite, a Fonte Nova fez jus à fama de “Fonte dos gols”. No primeiro tempo, dois jogadores tiveram mais que o nome em comum: Gabriel Barbosa e Gabriel Jesus e fizeram a rede balançar aos 26 e aos 39 minutos, respectivamente.

No sábado, às 22h, na Arena Corinthians, em São Paulo, o Brasil enfrenta a Colômbia pela oitava de final da Olimpíada em jogo eliminatório.

Logo no início do segundo tempo, o atacante Luan marcou o terceiro gol da seleção brasileira, aos quatro minutos. Gabriel Barbosa fez o segundo gol dele, o quarto da partida, aos 34 minutos. Os torcedores, que lotaram a Fonte Nova, comemoravam cada gol com gritos e aplausos, enquanto alguns vaiavam cada posse de bola do time adversário.

Incentivo

Brasil x Dinamarca 01A torcida, na Fonte Nova, foi um show à parte, pois incentivou os jogadores brasileiros do início ao fim da partida com aplausos, gritos e frases como “O campeão voltou” e “Eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor”.

A engenheira civil sergipana, Luiza Naruna, veio de Aracaju somente para ver o Brasil em Campo. Ela diz que não estava muito esperançosa com o resultado, mas comemora o fato de ter sido surpreendida. “Valeu eu ter vindo até aqui. O Brasil me surpreendeu bastante, porque achei que veria, no máximo, um gol. Como estamos torcendo bastante, já valeu a minha vinda, ter gritado pelos gols marcados”.

A partida na Bahia parece ter renovado a esperança dos torcedores com a seleção. O corretor de imóveis Bruno Bonfim atribuiu a vitória à proximidade que a Fonte Nova tem de um dos pontos turísticos de Salvador, onde existem estátuas de orixás, do candomblé. “Eu não estava esperançoso, mas a energia da Fonte Nova, a gente tem uma expectativa extra. O Brasil deslanchou porque a energia da Fonte Nova é muito boa, perto do Dique do Tororó, [com] a energia dos orixás. A energia já começa diferente e, com certeza, o Brasil está classificado”, comemorou.

Incertezas

Minutos antes de o time entrar em campo, a expectativa dividia opiniões entre torcedores que acreditavam na vitória ou na desclassificação do Brasil. O baiano José Neiva, de Lauro de Freitas, acertou, de cara, o placar desta noite e atribuiu o pensamento positivo à Bahia. “Com certeza a Bahia tem aquele axé gostoso e a seleção virá com esse axé e vamos ganhar fácil, fácil da Dinamarca, com o axé baiano”, disse o coordenador de produção, ao arriscar o placar de 3×0 para o Brasil.

Fonte: Agência Brasil
COMPARTILHAR