Brasileiro: Atacante diz que o Bahia tem que terminar bem

563
Fotos: Marcelo Malaquias / EC Bahia

O elenco deu prosseguimento na quinta-feira (30), a preparação para o último jogo da temporada, diante do São Paulo, no Morumbi, no próximo domingo (03), em São Paulo.

Já pensando em 2018, todo o elenco antecipou os exames laboratoriais, para pular essa etapa na reapresentação, em janeiro.

Para esta última partida de 2017, o Esquadrão de Aço não contará com o lateral Eduardo, o volante Feijão e o meia Zé Rafael, que estão suspensos.

O zagueiro Lucas Fonseca está na fase transição física, desceu para o campo, mas dificilmente será utilizado no domingo.

O atacante Edigar Junio foi poupado do treino de hoje, com cansaço muscular, mas não será problema para enfrentar o tricolor paulista.

Na atividade de hoje, Carpegiani aplicou um trabalho técnico com bola, em campo reduzido.

O volante Renê Júnior, que não treinou ontem, foi para o campo e trabalhou normalmente.

Nesta sexta-feira (01), o elenco treinará novamente no Fazendão.

Edigar Junio

Artilheiro do Bahia no ano, o atacante Edigar Junio concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do Fazendão na quinta-feira (30). O jogador lamentou os dois últimos jogos que o Tricolor não conseguiu vencer (Sport e Chapecoense), mas afirmou que a equipe quer terminar bem o Brasileirão.

“A gente sempre quer fazer o melhor e uma boa apresentação. Esses dois últimos jogos não foi como a gente queria, mas todo mundo se empenhou. São coisas do futebol, eles têm consciência de que a gente vem se empenhando. Temos que terminar esse campeonato com dignidade e mostrando nossa força”, disse.

Em 2016 o Tricolor chegou na última partida com 99 gols e o centésimo gol foi marcado por Edigar. Este ano a situação se repete e o atacante pode novamente fazer o Bahia atingir a meta. Porém, o atleta quer a equipe focada no jogo, independente da marca.

Fotos: Marcelo Malaquias / EC Bahia

COMPARTILHAR