Brasileiro: Bahia ganha do Athletico Paranaense e entra no G4

166
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Com derrota, Furacão perde chance de voltar a ser líder

O Bahia derrotou o Athletico-PR por 2 a 1, no estádio Pituaçu, em Salvador, na noite de quinta-feira, 24/6, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2021. Com gols de Rossi e Patrick de Lucca, o tricolor baiano pulou para 11 pontos e entrou no G4. O Furacão marcou com Terans e segue na vice-liderança com 12 pontos.

A primeira chance do jogo foi do Furacão. Aos 10 minutos, Abner cruzou e Terans cabeceou para fora. Logo depois, aos 12, o volante Richard foi expulso. Com um homem a mais, aos 16 minutos, o Bahia pulou na frente no placar, quando o volante Patrick de Lucca aproveitou escanteio cobrado por Rossi e completou de cabeça.

Porém, aos 39 veio o empate com o meia Terans, que, após receber passe de Abner, girou sobre a zaga e finalizou cruzado. A vantagem final do Bahia veio aos 24 minutos da etapa final, quando o atacante Rossi marcou após assistência de Juninho.

No próximo domingo, 27/6, o Tricolor mede forças com o Palmeiras em São Paulo. Na mesma data o Athletico-PR recebe a Chapecoense.

Ficha Técnica

Bahia 2×1 Athletico-PR – Campeonato Brasileiro (6ª rodada)

Estádio: Pituaçu

Gols: Patrick, aos 16 minutos, David Terans, aos 39 do 1º tempo, e Rossi, aos 25 minutos do 2º tempo

Cartão amarelo: Thonny Anderson, Daniel (Bahia); Erick (Athletico-PR)

Cartão vermelho: Richard e Marcinho (Athletico-PR)

Arbitragem: Antônio Dib Morares, auxiliado por Rogério de Oliveira e Márcio Iglesias (trio do Piauí)

Bahia: Matheus Teixeira, Nino Paraíba, Germán Conti (Luiz Otávio), Juninho e Juninho Capixaba; Patrick (Jonas), Daniel e Thonny Anderson (Gilberto); Rossi (Rossi), Rodriguinho e Maycon Douglas (Oscar Ruiz). Técnico: Dado Cavalcanti.

Athletico-PR: Santos, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo (Léo Cittadini); Marcinho, Christian, Richard e Abner; David Terans (Fernando Canesin), Renato Kayzer (Carlos Eduardo) e Vitinho (Jadson). Técnico: António Oliveira.

COMPARTILHAR