Brasileiro: Bahia não resiste e perde para o Cruzeiro

567

Mesmo tendo na próxima quarta-feira a decisão da Copa do Brasil contra o Flamengo, o Cruzeiro entrou em campo neste domingo com força máxima. A recompensa veio com a vitória sobre o Bahia, por 1 a 0, no Mineirão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado recolocou o Cruzeiro na zona de classificação para a Copa Libertadores de 2018, vaga que havia sido perdida após a vitória do Botafogo sobre o Santos no último sábado. Por outro lado, o Bahia estacionou nos 27 e é o primeiro time fora da zona de rebaixamento. O Tricolor pode entrar na degola se o Coritiba pelo menos empatar com o Palmeiras nesta segunda-feira.

Equilíbrio

O começo do primeiro tempo mostrou o que seria a partida: o Cruzeiro tendo mais posse de bola e o Bahia apostando no contra-ataque. Logo aos nove minutos, Thiago Neves arriscou rasteiro de fora da área e Jean espalmou. Depois foi a vez de Rafinha fazer o goleiro tricolor trabalhar.

No contra-ataque, Mendoza recebeu passe e bateu de primeira, mas a bola saiu fraca e facilitou a defesa de Fábio. Aos poucos, o Bahia conseguiu equilibrar a partida e o Cruzeiro passou a encontrar mais dificuldades para entrar na área adversária. A Raposa, então, passou a insistir nos lances bola parada.

Em uma das principais oportunidades do primeiro tempo, Mendoza aproveitou rebote após cobrança de escanteio e bateu para boa defesa de Fábio. Na sequência, Tiago subiu mais que todo mundo e cabeceou para fora. A torcida do Cruzeiro perdeu a paciência com os vários erros de passe do time.

Aos 46 minutos, o Bahia desceu com três jogadores contra um e por muito pouco não abriu o placar. Zé Rafael tocou para Mendoza, que deixou para Vinícius. O meia viu Fábio adiantado e bateu por cobertura, mas o goleiro tricolor fez grande defesa e espalmou para escanteio.

Perda de pênalti

Logo aos quatro minutos do segundo tempo, o árbitro marcou um empurrão de Rodrigão em cima de Raniel após cobrança de escanteio. Os tricolores reclamaram bastante e o técnico Preto Casagrande acabou sendo expulso. No entanto, Thiago Neves bateu mal e Jean fez a defesa.

Aos 17, Thiago Neves se redimiu ao cobrar escanteio na cabeça de Léo, que abriu o placar no Mineirão. O zagueiro caiu de mal jeito e só comemorou o gol depois de ser atendido pelos médicos. O Bahia sentiu o baque, tanto que só foi finalizar aos 35. Rodrigão ajeitou de cabeça para Edigar Júnio, que dominou no peito e isolou.

Lucas Silva cometeu falta grave no meio-campo e foi expulso direto pelo árbitro. Logo em seguida, Hernane Brocador entrou no lugar de Rodrigão para fazer sua estreia neste Brasileirão. Aos 46 minutos, Edson cabeceou e a bola passou raspando a trave de Fábio. Quase o empate do Bahia.

Jogos

Os dois times voltam a campo no próximo domingo, pela 25ª rodada. O Cruzeiro enfrenta o lanterna Atlético-GO, às 16h, no Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, equanto o Bahia recebe o Grêmio, às 19h, na Fonte Nova, em Salvador.

COMPARTILHAR